Assinar
Sociedade

Vinhos do Oeste premiados entre 7.300 em concurso mundial na Bélgica

O Concurso Mundial de Bruxelas distinguiu vários vinhos produzidos ou com ligações a Alcobaça, Bombarral e Óbidos.

Três vinhos do Oeste medalhados com ouro no Concurso Mundial de Bruxelas

Diversos vinhos produzidos no Oeste foram premiados em maio no Concurso Mundial de Bruxelas, na Bélgica, uma das mais reputadas competições internacionais do setor vinicola.

Entre as mais de 7.300 amostras a concurso, oriundas de 40 países, vários vinhos produzidos ou com ligações a concelhos do sul do distrito foram premiados, nomeadamente de Alcobaça, Óbidos e Bombarral.

Trouxeram da Bélgica medalhas de ouro o Montecapucho Arinto 2017 (Entreflores, Lda – Quinta dos Capuchos, Alcobaça), Adega da Vermelha Grande Reserva Tinto 2016 (da Adega Cooperativa da Vermelha, Cadaval, de vinhas de Óbidos) e Mula Velha Rose 2021 (Parras Wines, com sede em Alcobaça).

Com medalha de prata, foram distinguidos Montecapucho 2017 (Entreflores, Lda – Quinta dos Capuchos, Alcobaça), Quinta de S. Francisco 2018 (Companhia Agrícola do Sanguinhal, de vinhas de Óbidos), Quinta do Sanguinhal Reserva 2017 (Companhia Agrícola do Sanguinhal, de vinhas de Óbidos) e Montes Tinto Colheita Selecionada 2017 (Adega Cooperativa de Alcobaça).

Em nota divulgada pelo município de Alcobaça, o vereador com o pelouro da Agricultura, Paulo Mateus, regozija-se com os prémios conquistados pelos produtores do concelho:

“O nome Alcobaça é cada vez mais sinónimo de prestígio e qualidade, fruto do trabalho dos empresários que elevam bem alto a imagem do concelho. Estas distinções são o reflexo da dedicação dos seus responsáveis a quem a Câmara Municipal dirige uma palavra de gratidão”.

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar