Assinar

Praia fluvial do Agroal evacuada e fogo próximo de habitações em Ourém

Tem neste momento três frentes ativas e os operacionais no terreno estão a realizar “defesas de perímetro às habitações

Bombeiros tentam que não haja habitações ardidas (Foto: António Ferraz)

O incêndio que deflagrou na tarde deste domingo, dia 31, no concelho de Ourém obrigou à retirada de pessoas da praia fluvial do Agroal e está próximo de habitações, com os bombeiros a realizarem defesas de perímetro, adiantou uma fonte da Proteção Civil.

Segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém, o fogo que deflagrou pelas 15h25 na localidade de Casal do Ribeiro, na freguesia de Rio de Couros e Casal dos Bernardos, tem neste momento três frentes ativas e os operacionais no terreno estão a realizar “defesas de perímetro às habitações”.

“Estamos a tentar que não haja habitações ardidas e mais à frente, quando passar a linha das habitações, vamos preocupar-nos com a linha de incêndio”, referiu.

O CDOS de Santarém apontou também que se aguarda a chegada de mais meios terrestres, que estão a chegar de outros distritos, para reforçar as equipas de combate.

De acordo com a informação disponível às 20h45 no ‘site’ da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), o fogo mobilizava 477 bombeiros, com o apoio de 133 viaturas e quatro meios aéreos.

A mesma fonte da Proteção Civil confirmou que a praia fluvial do Agroal, no concelho de Ourém, foi evacuada por precaução. E o município informou pelas 20h30 que “amanhã, dia 1 de agosto, o acesso à praia fluvial do Agroal está proibido”.

Dois civis foram ainda assistidos por inalação de fumos e colocados em casa, não tendo sido necessário o transporte para o hospital, acrescentou.

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos relacionados

Subscreva!

Newsletters RL

Saber mais

Ao subscrever está a indicar que leu e compreendeu a nossa Política de Privacidade e Termos de uso.

Artigos de opinião relacionados