Assinar
Mercado

Leiria entre os distritos que mais registaram aumento de procura de imóveis

Leiria registou um crescimento de 4,9%, de acordo com os dados hoje revelados pela plataforma Imovirtual

Edifícios de habitação em Leiria

Leiria está entre os distritos do país onde mais se registou um aumento de procura de casa no primeiro semestre do ano, face à última metade do ano passado. 

A par com Santarém, Leiria registou um crescimento de 4,9%, de acordo com os dados hoje revelados pela plataforma Imovirtual, portal que permite a pesquisa de imóveis.

De acordo com um comunicado da plataforma, que assegura ter “o maior número de imóveis em Portugal”, Lisboa e Porto continuam a registar o maior interesse nas pesquisas, notando-se um aumento na procura noutros pontos do país.

“Continuamos a observar um grande dinamismo nos distritos de Braga e Setúbal, que são os mais pesquisados após Lisboa e Porto, mas são também os que revelam o maior aumento da procura por parte dos consumidores”, refere Ricardo Feferbaum, diretor geral do Imovirtual, citado na nota de imprensa nota hoje divulgada.

Curiosamente, na sua nota emitida a partir de Lisboa, a Imovirtual sublinha a ideia do crescimento do interesse por imóveis do interior, embora os dados que exibe apontem para um aumento da procura de distritos que, tal como a capital, estão situados no litoral, como é o caso de Leiria.

“É também interessante vermos cada vez mais pessoas interessadas em Aveiro, Leiria e Santarém, regiões com grande potencial de desenvolvimento e crescimento, em linha com uma tendência de descentralização e mudança para o interior”, analisa o responsável.

“O interesse dos consumidores em casas no interior do país no primeiro semestre do ano, face ao semestre anterior, aumentou sobretudo nos distritos de Braga (+13,7%); Setúbal (+9,4%), Faro (+6,9%), Aveiro (+6,2%), Leiria e Santarém (+4,9% em ambos)”, reforça o portal na sua nota.

Curiosamente, os dados da Imovirtual apontam precisamente para algum descréscimo no interior, nomeadamente na Guarda (-11,4%) e Viseu (-8,6%).

Questionada pelo REGIÃO DE LEIRIA sobre esta discrepância, fonte da Imovirtual explicita que a designação de “interior” pretende reportar-se a “todos os distritos que não são Lisboa/Porto, ou seja, os distritos mais pequenos”.

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos relacionados

Subscreva!

Newsletters RL

Saber mais

Ao subscrever está a indicar que leu e compreendeu a nossa Política de Privacidade e Termos de uso.

Artigos de opinião relacionados