Assinar
Cultura

Obras de 33 artistas inspirados na cerâmica e vidro apresentadas na Marinha Grande

Os artistas representados desenvolveram, em determinado momento do seu percurso artístico, investigação artística e/ou científica na VICARTE

Uma exposição que assinala os 20 anos da Unidade de Investigação VICARTE – Vidro e Cerâmica para as Artes está patente no Núcleo de Arte Contemporânea do Museu do Vidro, na Marinha Grande, com a participação de 33 artistas nacionais e internacionais.

“A persistência da matéria: 20 anos VICARTE” é organizada pelo Município da Marinha Grande e por aquela unidade de investigação da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa e da Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, também com o objetivo de celebrar o Ano Internacional do Vidro.

Os artistas representados desenvolveram, em determinado momento do seu percurso artístico, investigação artística e/ou científica na VICARTE. Esta unidade de investigação dedica-se “à promoção da transdisciplinaridade aplicada aos materiais vidro e cerâmica, focando-se nas interseções arte e ciência, estimulando a partilha de conhecimento, experiências e metodologias entre estas duas áreas”.

É uma parceria da Faculdade de Ciência e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa e da Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa. Inclui ainda membros da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto e da Escola Superior de Arte e Design do Instituto Politécnico de Leiria.

“A persistência da matéria: 20 anos VICARTE” exibe obras de: Amélie Girard, Ana Margarida Rocha, Belém Uriel, Carissa Baktay, Daniela Pinheiro, Emma Haase, Ellmira Abolhasani, Fernando Quintas, Fernanda Guerreiro, Helena Elias, Inês Teles, João Gama, Joana Garcia, Joana Silva, Jörg Hanowski, Kojiro, Lola Sementsova, Maria Regina, Maria Renée Morales Lam, Maria Bezulgaya, Margarida Alves, Marta Castelo, Michael Rogers, Nadia Frolova, Regina Lara, Renato Japiassú, Richard Meitner, Robert Wiley, Rozze Domingues, Pedro Fortuna, Teresa Almeida, Vírginia Fróis e Zofia Dubová.

A exposição está patente até 24 de setembro, de quarta a sábado das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h00. A entrada é gratuita.

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos relacionados

Subscreva!

Newsletters RL

Saber mais

Ao subscrever está a indicar que leu e compreendeu a nossa Política de Privacidade e Termos de uso.

Artigos de opinião relacionados