Assinar Edições Digitais

Sandra Francisco

Gestora de Redes Sociais no Politécnico de Leiria

Exclusivo

Antologia do improviso: Enquanto o robalo queimava, a poesia do acidente

O amor é um vírus que também se transmite pelo ar, online e offline, e se é para arriscar, toca a investir nesta pandemia e esperar que a humanidade em momento algum alcance a imunidade de grupo.

Covid-19 está a dar cabo de nós e das nossas vidas, até os mais displicentes e alheados da realidade já acordaram (como se a gravidade das notícias permitisse o esquecimento). “Não?” Por favor, alguém que lhes rebente a bolha e abra a pestana com uma ‘Belinha’ na testa. A economia está ligada ao ventilador, a saúde nas lonas e o equilíbrio mental tomou ‘Red Bull’, aviou as malas e pirou-se. A coisa está mesmo má, essa é a verdade. Como a medicina e a política são talentos que me passam ao lado, em rigoroso cumprimento do dever cívico, posso prescrever o que me apetecer. Receita de leiga: vamos fazer um intervalo e abrir a porta a outro tipo de contágio.