centenário da República

Fotobiografia de José Relvas apresentada em Santarém

O relato das 33 horas que marcaram a implantação da República, em 1910, escrito com a emoção e intensidade de quem viveu e foi personagem central da revolução, é um dos pormenores da fotobiografia de José Relvas lançada no último sábado na Casa do Brasil, em Santarém.

Pergunta da semana

Os debates televisivos com os candidatos às Legislativas de 30 de janeiro estão a ser esclarecedores?

Responder agora

Fotobiografia de José Relvas apresentada em Santarém

O relato das 33 horas que marcaram a implantação da República, em 1910, escrito com a emoção e intensidade de quem viveu e foi personagem central da revolução, é um dos pormenores da fotobiografia de José Relvas lançada no último sábado na Casa do Brasil, em Santarém.

José Relvas “visitado” no Centenário da República

"Se voltar a desfalecer, sussurrem-se ao ouvido: Viva a República. Se não responder é porque morri". Estas foram as últimas palavras de José Relvas o homem que há cem anos, na manhã de 5 de Outubro de 1910 proclamou a República Portuguesa da varanda da Câmara de Lisboa e agora é “visitado” pelo historiador José Raimundo Noras na Fotobiografia – José Relvas 1958-1929, edição da Imagens&Letras.

Subscreva!

Newsletters RL

Saber mais

Ao subscrever está a indicar que leu e compreendeu a nossa Política de Privacidade e Termos de uso.