empresa de segurança

Tribunal de Leiria marca acórdão do processo Punho Cerrado para setembro

Os dois principais arguidos que estavam em prisão preventiva passam a estar em liberdade, por o Tribunal entender que, neste momento, não existem factos concretos que justifiquem o receio de perturbação da ordem pública.

Pergunta da semana

O desconfinamento deve começar pelas escolas?

Responder agora

Subscreva!

Newsletters RL

Saber mais

Ao subscrever está a indicar que leu e compreendeu a nossa Política de Privacidade e Termos de uso.