Assinar
Cultura

Bigorna: o rock que nasce nas tardes de Porto de Mós

Em Porto de Mós há uma dupla a fazer rock. Os Bigorna lançaram recentemente uma “demo” disponível para download no Myspace do grupo, “Gorna + Gorna”. Aqui fica a entrevista com a banda.

Em Porto de Mós há uma dupla a fazer rock. Os Bigorna lançaram recentemente uma “demo” disponível para download no Myspace do grupo, “Gorna + Gorna”. Aqui fica a entrevista com a banda.

Quem são os Bigorna?
Os bigorna são dois amigos: Nuno Carreira e Gilberto Miranda, que ocasionalmente se juntavam com alguns amigos para tocar naquelas tardes onde nada havia para fazer. Passado algum tempo sem tocar, decidem juntar-se, apenas os dois, para fazer mais uma tarde ruidosa. Nessa tarde começou-se a sentir alguma energia positiva em torno do que foi saindo, inclusivamente fez-se uma música que actualmente ainda é tocada ao vivo. A partir daí o entusiasmo foi crescendo e o projecto tem ganho progressivamente outra dimensão.

Qual tem sido o percurso da banda?
Bem, apesar da pouca disponibilidade e de só podermos ensaiar aos fins-de-semana, temos conseguido gerir bem o tempo, o que permitiu dar alguns concertos de Março a Julho de 2009. Entretanto tivemos uma paragem para gravar o “Gorna + Gorna”, o que levou algum tempo (bastante mais do que queriamos!).
Engraçado que passado um ano desde o nosso primeiro concerto, olhamos para trás e ficamos felizes, porque não estávamos à espera de nada, apenas passar umas tardes porreiras, mas felizmente temos dado uns concertos, temos conhecido pessoas novas, feito amizades, basicamente temo-nos divertido bastante e isso que é muito importante.

Como definem a música que tocam?
Essa é sempre aquela pergunta em que se fica a matutar um bocado… A nossa música é um “derivado do Rock”, ou seja a base é o rock e gostamos que seja intenso e visceral.

São uma dupla originária de Porto de Mós, que não tem propriamente tradição em rock ou música moderna. De que forma o sítio de onde são influencia a vossa música?
Sim, na realidade não há muita tradição, apesar de cada vez mais haver malta interessada em arriscar em projectos de originais, o que é muito positivo. Porto de Mós é um meio pequeno onde por vezes é mais difícil arriscar em projectos que se “desviam” um pouco do que é mais “tradicional e usual”.
De qualquer forma, Porto de Mós é a nossa terra, sentimo-nos bem aqui, temos cá pessoas de quem gostamos, vivemos muitas aventuras, tivemos muitas experiências e tudo isto de certa forma acaba por ser inspirador e influenciar uma percentagem relevante da nossa música, sem dúvida.

Quais as vossas expectativas com “Gorna + Gorna”?
É verdade, após uma mão cheia de meses lá conseguimos “lançar” a demo. As nossas maiores expectativas são as de a nossa música poder chegar ao maior número de pessoas possível e esperar que haja um bom feedback por parte de quem a ouvir. E se isso nos puder abrir algumas portas (mesmo que pequenas), tanto melhor.

Têm actuações previstas?
Após a paragem para gravar a demo, tivemos algum tempo sem ensaiar, estamos a voltar agora ao “activo” e esperamos que a partir de agora a nossa agenda comece a ficar mais preenchida! Para já temos dia 6 de Março, na A.C.R.C.D das Várzeas, com Timaria e Poética Maria.

“Gorna + Gorna” está disponível para download em www.myspace.com/gobigorna

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.