Assinar
Sociedade

Três toneladas de esculturas de chocolate chegam a Óbidos para o Festival

Três toneladas de chocolate viajam hoje para Óbidos, numa operação logística que envolve várias carrinhas que transportam cinco das sete “maravilhas do mundo” para o Festival Internacional.

Três toneladas de chocolate viajam hoje, terça-feira, para Óbidos, numa operação logística que envolve dezenas de pessoas e várias carrinhas que transportam cinco das sete “maravilhas do mundo” para o Festival Internacional de Chocolate.

“É uma grande operação logística que envolve dezenas de funcionários da autarquia e do Centro Alimentar da Pontinha para transportar, em marcha lenta, as esculturas que aqui levam os retoques e acabamentos finais para ficarem em exposição durante o festival” disse à agência Lusa José Parreira, administrador da Óbidos Patrimonium.

A viagem que leva para o interior da cerca do Castelo o Coliseu de Roma, a Muralha da China, o Chichen Itza, o Taj Mahal ou a cidade de Petra, é já um dos últimos preparativos que, há mais de um mês, mobilizam cerca de 80 funcionários da autarquia para que, na quinta feira abra ao público mais uma edição do Festival Internacional de Chocolate.

O certame aposta este ano no cake design (bolos com design) e contará, além dos maiores criadores portugueses com a presença de Djalma Reinaldo, um dos mais conhecidos artistas nesta área, na América do Sul.

O estilista Augustus assinará alguns dos modelos confecionados em chocolate pelo CIVEC (Centro de Formação Profissional para a Indústria Têxtil e Vestuário), para a passagem de modelos que, dia 12, marcará outro dos pontos altos do festival.

O concurso Ourives de Chocolate (em que os participantes deverão confecionar em chocolate três peças de joalharia) e “a participação de alguns dos mais conceituados chefes de cozinha” no Festival são outros dos aspectos destacados por José Parreira.

Com um investimento de 300 mil euros e o patrocínio da marca francesa Valrhona o Festival deverá este ano movimentar mais de dez toneladas de chocolate.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.