Centenas de pessoas despediram-se do bombeiro de Alcobaça que faleceu na passada segunda-feira, em São Pedro do Sul, Viseu. Palmas e lágrimas acompanharam as cerimónias fúnebres no Mosteiro de Alcobaça e no percurso até ao cemitério do município.

João Pombo, de 42 anos, era Bombeiro da corporação há mais de duas décadas e desempenhava o cargo de subchefe no activo. Casado e com dois filhos, um deles menor de idade, a vítima residia nas proximidades do quartel de Alcobaça.

Em declarações à agência Lusa, Mário Cerol, comandante dos Bombeiros Voluntários de Alcobaça, adiantou que foi a primeira vez que morreu um bombeiro da corporação em serviço. O corpo ficou sepultado no talhão dos Bombeiros do Cemitério de Alcobaça.

O Ministro da Administração Interna, Rui Pereira, o secretário de Estado da Protecção Civil, Vasco Franco, o presidente da Câmara de Alcobaça, Paulo Inácio, e o governador civil de Leiria, Paiva de Carvalho, estiveram presentes nas cerimónias, entre muitos outros autarcas, deputados e elementos das corporações de Bombeiros da região.