Assinar Edições Digitais
Sociedade

Bola mágica e ecológica em vez de detergente para a roupa

Cabe na palma da mão, é azul ou verde, custa menos de 15 euros e apresenta-se como um bom negócio para lavar roupa na máquina. É a Ecobola.

Cabe na palma da mão, é azul ou verde, custa menos de 15 euros e apresenta-se como um bom negócio, para lavar roupa na máquina. Quem já experimentou rendeu-se à Ecobola. Mas há mais de meio mundo que ainda lhe desconhece a existência.

Lá dentro, o conteúdo andará perto dos míticos glutões do Presto, que noutros tempos “comiam” as nódoas da roupa.

Na verdade, os especialistas dizem tratar-se de partículas de cerâmica, que transformam a estrutura molecular da água, gerando “iões negativos e raios infra-vermelhos que activam o poder da lavagem”.

É essa a explicação científica para o fenómeno de uma bola que cabe na palma da mão e substitui completamente o detergente, quando colocada dentro do tambor da máquina de lavar. “A única coisa de que necessita é usar amaciador.

E se por acaso a roupa estiver mais suja ou a sua máquina levar mais de 7 kg de roupa, precisará de duas”. A explicação da prestável funcionária da Worten é dada a cada vez mais pessoas, pelo que conta. A ecobola custa, por estes dias, 14 euros e 90 cêntimos, e é apresentada no folheto da marca. Mas quando chegou a Portugal vendia-se apenas na internet, através do respectivo site, em www.ecobolas.com.pt

Para além da questão ecológica o factor de maior preponderância é mesmo a poupança: cada bola dá para mil lavagens.

Se for eficaz, estaremos perante uma revolução no mundo das lavagens. Em Leiria, vendem-se também na sede do Dmail (esse mesmo, o catálogo) as ecoballs. São várias e apresentam-se como “as originais”. Custam 39 euros e 50 cêntimos mas cada embalagem contém três esferas, 1 tubo de 45 ml do tira-nódoas e 3 recargas para as esferas.

Paula Sofia Luz
paula.sofia@regiaodeleiria.pt