Select Page

Óbidos Vila Natal abre sexta-feira com cortejo de 400 crianças

Óbidos Vila Natal abre sexta-feira com cortejo de 400 crianças

Um cortejo de 400 crianças vestidas de boneco de neve marca na sexta-feira o arranque do Óbidos Vila Natal, evento que até 02 de janeiro deverá ser visitado por mais de cem mil pessoas.

“As luzes de Óbidos vão ser todas apagadas e um cortejo de 400 crianças das escolas do concelho, uns vestidos de boneco de neve e outros com lanternas artesanais, vai inaugurar esta edição que esperamos que seja a mais solidária de sempre”, disse à Lusa José Parreira, administrador da Óbidos Patrimonium, organizadora do evento.

O cortejo é o ponto de partida para 24 dias de animação na vila que tem já a funcionar uma das principais atrações deste ano, o bar de gelo, e que a partir de sexta-feira disponibiliza aos visitantes pista de gelo, rampa de ski, carrossel, mercado de Natal e um circuito temático em torno da casa do Pai Natal.

“Transformámos a casa do Pai Natal num circuito interpretativo com quatro espaços que ilustram o seu passado, presente e futuro”, explica José Parreira.

Em “ano difícil para as pessoas” a organização aposta num evento “muito vocacionado para a solidariedade”, sublinha o mesmo responsável, salientando a adesão à Campanha de angariação de fundos para a associação Ajuda de Berço.

Os visitantes serão convidados a adquirir um gorro verde (símbolo da Campanha) por dois euros, dos quais €1,5 revertem para a associação.

No dia 11 de dezembro, pelas 22 horas, decorrerá nos armazéns da EPAC (Junto ao antigo quartel do bombeiros) a “Festa do Gorro Verde”, cuja entrada pressupõe a aquisição de um gorro verde pelo mesmo valor e revertendo a mesma quantia para a campanha.

A realização de diversos espetáculos de Natal e de oficinas para as escolas são outras das novidades do evento que, no caso das oficinas “tem já as marcações esgotadas até ao início das férias”, o que leva a organização a prever “uma grande adesão, apesar se ter reduzido o número de dias do evento”.

A redução das entradas de sete para cinco euros é outro dos fatores a concorrer para a estimativa de que, até 02 de janeiro “mais de cem mil pessoas” passem pelo certame em que autarquia investiu este ano 300 mil euros.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Primeira Página

Publicidade

Pergunta da Semana

A carregar

Relatório do Parlamento propõe estudar quotas em universidades para negros e ciganos. Concorda?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

Newsletter Região de Leiria

app repórter no mundo

Share This