Assinar Edições Digitais
Sociedade

Espera nas urgências do Hospital de Alcobaça ultrapassa as sete horas

A Assembleia Municipal de Alcobaça aprovou uma moção para que o Ministério da Saúde tome “todas as medidas urgentes” no Hospital, onde o tempo de espera nas urgências ultrapassa as sete horas.

A Assembleia Municipal de Alcobaça aprovou, há duas semanas, por maioria, uma moção para que o Ministério da Saúde tome “todas as medidas urgentes para que o serviço de urgências [do hospital] passe a funcionar com mais médicos, melhores cuidados e mais meios de diagnóstico”.

Hospital de Alcobaça

O documento apresentado pela CDU pretende ainda que o Hospital de Alcobaça tenha uma “direcção eficaz e próxima dos utentes fora
do âmbito do Centro Hospitalar Oeste Norte”, que tem sede em Caldas da Rainha.

Segundo a moção, a Assembleia Municipal vai constituir uma comissão em parceria com a autarquia para reunir com o Ministério da Saúde e “transmitir as preocupações e reivindicações” dos autarcas.

Para os deputados eleitos pela CDU, a apresentação da moção ficou a dever-se “ao agravamento das condições de atendimento nas urgências do Hospital Bernardino Lopes de Oliveira”, onde o tempo de espera “ultrapassa as sete horas”.

Na origem do problema e ainda segundo aquela força política, está a “rotatividade e carência de pessoal médico”, o “fecho de algumas valências e desactivação de diversos serviços”, referiram os elementos da CDU na reunião municipal.

AL

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.