Select Page

Homem cai no conto do vigário e “perde” oito mil euros

Homem cai no conto do vigário e “perde” oito mil euros

Um homem de 77 anos, residente em Alcobaça, foi vítima de burla ontem, quinta-feira, por três indivíduos, que o convenceram a levantar e entregar-lhes oito mil euros em dinheiro.

Segundo a PSP, a vítima foi abordada logo pela manhã, quando se encontrava à espera do autocarro, em Alcobaça, por um indivíduo, com cerca de 60 anos, que alegou estar à procura de um empreiteiro, a quem pretendia entregar dinheiro.

Momentos depois, os dois são abordados por um terceiro elemento, na casa dos 70 anos, com o mesmo argumento.

Não tardou muito para que um deles, que afirmou ser funcionário das Finanças, perguntasse à vítima se possuía dinheiro, garantindo que lhe seria devolvido com juros. A vítima aceitou e mostrou as suas cadernetas bancárias com o respectivo saldo.

Um dos indivíduos terá ainda afirmado ter um cunhado, funcionário de um banco, que poderia conhecer o dito empresário e que os conduziu até Peniche, num carro de cor vermelha. Na companhia de um deles, a vítima acabou por levantar a quantia de oito mil euros de uma das suas contas, ao balcão de uma agência bancária.

O lesado foi depois convencido a colocar o dinheiro dentro de um saco de plástico, não se tendo apercebido da troca que os indivíduos efectuaram, antes desaparecerem. No saco ficou apenas papel de jornal.

O caso, que não é inédito, está a ser investigado pela PSP, que não deixa de alertar os cidadãos para não entregarem dinheiro e não abrirem a porta a desconhecidos, mesmo que sejam mulheres ou crianças ou que aleguem estarem a cobrar serviços de água, luz, telefone ou outros. Em caso de dúvida, devem ligar para a polícia, recomenda aquela força policial.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Primeira Página

Publicidade

Pergunta da Semana

A carregar

As autarquias deveriam aplicar coimas aos feirantes pelo lixo deixado no recinto dos mercados de rua?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

Publicidade

Newsletter Região de Leiria

app repórter no mundo