Assinar Edições Digitais
Mercado

Furto de cobre obriga empresários, GNR e PT a criar serviço de provedoria

GNR, PT e empresários de Leiria criaram um serviço de provedoria para combater o crescente furto de cobre no distrito, disse hoje o presidente da NERLEI – Associação Empresarial da Região de Leiria.

GNR, PT e empresários de Leiria criaram um serviço de provedoria para combater o crescente furto de cobre no distrito, disse hoje o presidente da NERLEI – Associação Empresarial da Região de Leiria.

Até Julho foram furtados este ano 85 quilómetros de fio de cobre (foto: Joaquim Dâmaso)

Segundo dados da GNR até julho deste ano foi participado no distrito de Leiria o furto de 85 quilómetros de fio de cobre, com um valor estimado em 377 mil euros.

Em 2010, foram realizadas 687 denúncias, tendo desaparecido nesse ano mais de 373 quilómetros de cabos, avaliados em 811 mil euros.

Desde 2009, a GNR deteve 37 suspeitos e identificou 48 pessoas, num ano em que recebeu 350 participações e os prejuízos foram estimados em 790 mil euros. Pombal, Leiria, Alcobaça e Caldas da Rainha são os concelhos mais afetados.

O presidente da Nerlei, Ribeiro Vieira, sublinha que a região e as empresas têm sido confrontadas com crescentes “situações de corte súbito de energia e comunicações” e que “a própria EDP se queixava de que Leiria era dos distritos no país onde mais se roubava cobre”.

A GNR também tem vindo a alertar e a trabalhar neste caso, mas sozinha, ilustra, só conseguiria acabar com esta situação “se colocasse um militar junto de cada poste”.

Perante este cenário, conclui Ribeiro Vieira, “enquanto prejudicados, é claro que estamos sempre dispostos a sermos provedores das empresas, desta feita em parceria com estas duas entidades”.

O Serviço de Provedoria de Empresas começou a funcionar hoje, no mesmo dia em que a NERLEI enviou uma carta aos empresários associados, explicando-lhes as situações em que estes devem contatar o novo serviço. O corte repentino de energia e comunicações, a realização de trabalhos nas redes elétricas e de comunicações por indivíduos não identificados ou em horários tardios, por exemplo, devem ser alvo de denúncia ao Serviço de Provedoria de Empresas, explica a NERLEI em comunicado.

A comunicação deve ser feita via e-mail para apoiotecnico@nerlei.pt ou por telefone, para o 244 890 200.

Lusa

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.