Assinar Edições Digitais
Sociedade

Autarquias e empresários juntam-se para promover turismo termal de Monte Real

A Câmara Municipal de Leiria, a Junta de Freguesia de Monte Real e empresários ligados à hotelaria e à restauração vão reativar o Gabinete de Promoção Turística de Monte Real.

A Câmara Municipal de Leiria, a Junta de Freguesia de Monte Real e empresários ligados à hotelaria e à restauração vão reativar o Gabinete de Promoção Turística de Monte Real, disse à Lusa o presidente do município de Leiria.

“A ideia é envolver todos num mesmo projeto à volta das termas de Monte Real, procurando realizar atividades e ações concertadas que garantam movimento durante o ano inteiro”, explica Raul Castro.

A autarquia de Leiria vai tentar assegurar fluxo turístico apostando no mercado internacional, aproveitando as ligações existentes com as cidades com as quais é geminada, localizadas em países como Alemanha, Brasil, Japão, França, Cabo Verde, Inglaterra e China.

“Ainda na passada semana recebemos o embaixador do Japão, que teve oportunidade de visitar as praias e as termas de Monte Real, sendo que estamos interessados, naturalmente, nesse mercado”, indica o presidente da Câmara de Leiria.

Da visita do embaixador nipónico “ficou a promessa de ajudar ao nível de contactos com diversos operadores”, acrescenta o autarca.

O Gabinete de Promoção Turística de Monte Real foi criado em 2002, com o objetivo de desenvolver ações e incumbido de promover o crescimento turístico de Monte Real.

Contudo, ao longo dos anos desapareceu a atividade desta entidade, constituída então pela Câmara de Leiria, Região de Turismo Leiria/Fátima e pelas Termas de Monte Real.

As Termas de Monte Real datam da época Romana, mas só começaram a ser exploradas no início do século XX.

Há pouco mais de dois anos foram totalmente reconstruídas – num investimento de 27 milhões de euros – e dotadas de nova estrutura, equipamentos e serviços, num novo espaço que atualmente ocupa mais de 5.000 metros quadrados inteiramente dedicados ao termalismo clínico.

Lusa