Assinar
Cantinho dos Bichos

Com o frio, é hora de ir dormir

A temperatura começa a descer. Os humanos retiram os casacos do armário e ligam o aquecimento. Os animais procuram o seu refúgio e preparam-se para hibernar.

A temperatura começa a descer. Os humanos retiram os casacos do armário e ligam o aquecimento. Os animais procuram o seu refúgio e preparam-se para hibernar.

Tartarugas, cágados, ouriços, castores, ursos, esquilos ou iguanas, cobras e lagartos começam a refugiar-se.

A hibernação é um sono diferente: muito profundo em que a temperatura de corpo do animal diminui, consomem muito pouca energia e os seus ritmos cardíacos e respiratórios ficam reduzidos ao essencial para garantir a sua sobrevivência. Há quem pense que o animal pode estar morto ou doente. Na verdade, está simplesmente a dormir.

A hibernação é um mecanismo de defesa utilizado sobretudo por animais de sangue frio (e não só) para conseguirem sobreviver às temperaturas baixas e à escassez de alimento. Para estes animais é mais fácil entrar em hibernação do que tentar encontrar e caçar comida durante o Inverno pois gastam menos energias.

Ao contrário do que acontece no Ártico, com os ursos polares, em Portugal, este período de hibernação pode não se conseguir realizar na  totalidade.

Em certas zonas do país é difícil ou até mesmo impossível manter, por exemplo, uma tartaruga num estado de hibernação completo. Quando numa região a temperatura tem oscilações de 15 graus durante o dia e seis graus à noite, os répteis não devem hibernar. Dentro de casa, as temperaturas também raramente baixam o suficiente por isso o que acontece é a semi-hibernação.

Na Primavera, com as temperaturas a aumentar, os animais abandonam este estado e voltam a agir normalmente.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.