A neve vai voltar a cair em Óbidos na quinta-feira, marcando o início de uma mais edição da Vila Natal, evento que, até 3 de janeiro, promete aos visitantes muita diversão e fantasia.

As portas do certame vão abrir-se às 18:00 de quinta-feira numa inauguração marcada pela presença do cantor André Sardet e que, segundo José Parreira, da organização, “reservará aos mais novos muitas surpresas”.

A primeira será uma ação que junta música, imagem e um conto “que não dura uma hora” e que é composto por “sopros e palavras” ditas por Mafalda Milhões, da Livraria Bichinho do Conto, a som da tuba de Pedro Florindo, do Conservatório de Música das Caldas da Rainha.

Outras músicas e outras histórias serão oferta diária no certame que estreia mais dois grandes espetáculos infantis: o musical “Sonho de Natal” e a peça “Tesouro de Natal”, entre muitas animações espalhadas pelo recinto.

A Casa do Pai Natal e a Fábrica dos Brinquedos são dois dos pontos altos do evento que convida os visitantes a percorrer um labirinto de Natal, andar no Carrossel Mágico, escorregar na rampa e pista de gelo, acelerar na pista de karting, pular nos insufláveis e, retemperar forças com um bebida no Bar de Gelo.

Mais de mil pais natais e centenas de presépios em exposição são outras das atrações do evento que decorre com um forte vertente solidária, através da venda de gorros de natal a dois euros, dos quais 1,5 euros revertem para uma associação de apoio a doentes oncológicos.

Com um orçamento de quase 300 mil euros o evento vai manter os mesmos preços do ano passado (cinco euros) sendo, ainda assim, “autossustentável”, assegurou à Lusa, José Parreira, administrador da Óbidos Patrimonium.

O Óbidos Vila Natal estará aberto ao público, de 8 dezembro a 3 de janeiro entre as 10:00 e as 20:00, com exceção dos dias 24 e 31 de dezembro (em que o encerramento será antecipado para as 16:00) e os dias de Natal e Ano Novo, em que abrirá apenas entre as 16:00 e as 20:00.

Lusa