Assinar Edições Digitais
Cultura

Um tesouro com oito mil livros a visitar perto de si (vídeo)

Transpõe-se uma cortina e recua-se no tempo, até à primeira metade do século XX. Qual matrioschka, a Biblioteca de Leiria “esconde” aquela que foi a biblioteca pessoal de Afonso Lopes Vieira

Transpõe-se uma cortina e recua-se no tempo, até à primeira metade do século XX. Qual matrioschka – a boneca russa – a Biblioteca Municipal de Leiria “esconde” aquela que foi a biblioteca pessoal do poeta Afonso Lopes Vieira, que doou ao município de Leiria em 1946 um espólio com mais de oito mil livros.

Com estes vieram também de Lisboa, onde o autor residia, o mobiliário, objetos pessoais e um tapete de arraiolos que fazem da sala um museu único de valor incalculável – e quase desconhecido.

Mal se entra quase apetece sentar à secretária onde o escritor terá passado horas a ler e a escrever. Faltará apenas a poltrona que uma fotografia a preto e branco preservou.

Próximas visitas guiadas à Sala-museu Afonso Lopes Vieira: 19 e 26 de janeiro, 14 às 16 horas, 14, 21 e 28, 14 às 18 horas.

(Leia a notícia na íntegra na edição de 13 de janeiro de 2012)

Martine Rainho (textos)
martine.rainho@regiaodeleiria.pt
Joaquim Dâmaso (fotografias)

joaquim.damaso@regiaodeleiria.pt