Assinar Edições Digitais
Sociedade

“Páginas amarelas” da saúde online nascem em Pombal

Quer ir a um médico especialista perto de casa, que tenha acordo com a sua seguradora, mas não sabe por onde começar a procurar? O “Portugal Saúde”, criado em Pombal, pode ser a solução.

Quer ir a um médico especialista perto de casa, que tenha acordo com a sua seguradora, mas não sabe por onde começar a procurar? O “Portugal Saúde” pode ser a solução. Criado por dois pombalenses, o portal reúne informação sobre todas as áreas de saúde – médicos especializados, unidades públicas, clínicas privadas e farmácias. A consulta é rápida… e gratuita.

Daniel Marques (à esquerda) e João Paulo Lopes lançam o novo portal no início do mês

Em www.portugalsaude.com, as pesquisas podem ser feitas por nome, especialidade ou diagnósticos efetuados. E em, poucos segundos, permitem descobrir moradas e contactos de unidades de saúde de todo o país.

O site funciona como uma espécie de páginas amarelas online, mas mais completas. A ideia de criar o portal partiu de um dos quatro sócios da Visão Firme (um empresa com sede no Louriçal, Pombal), que se apercebeu da inexistência de um site que abrangesse “todas as áreas da saúde”.

João Paulo Lopes, 35 anos, e Daniel Figueiredo Marques, 27, puseram mãos à obra e aproveitaram a oportunidade de negócio.

“Os outros dois sócios não participaram ativamente no projeto por indisponibilidade profissional”, explica João Paulo.

Para o desenvolvimento do portal, valeu-lhes os conhecimentos académicos na área: João é licenciado em engenharia informática, professor da área e webdesigner; Daniel atualmente estuda Gestão, mas já esteve ligado aos computadores.

Novos projetos na forja Agora, os jovens querem ir mais longe. Com o Portugal Saúde a funcionar desde 8 de janeiro deste ano, o próximo passo é criar uma aplicação para telemóveis e tablets que permita aceder à informação reunida no portal.

Os critérios de pesquisa no site deverão também, em breve, ser alvo de remodelação. O sistema de pesquisa será melhorado, de forma a apresentar, por exemplo “os melhores preços dos locais de venda de produtos farmacêuticos sem receita médica”, revela João Paulo Lopes.

A criação de um sistema integrado de marcação de consultas e de uma linha telefónica de atendimento permanente, que disponibilize informações sobre “todos os serviços de saúde em Portugal” está também entre os projetos da empresa, adianta o responsável.

(notícia publicada na edição de 20 de janeiro de 2012)

Sandra Mesquita Ferreira
sandra.ferreira@regiaodeleiria.pt