Assinar Edições Digitais
Sociedade

Reformas antecipadas. Quem corre por gosto também cansa

No distrito de Leiria há 6.400 beneficiários da Segurança Social a receber reforma antecipada. Conheça as motivações de quem vai embora antes dos 65 anos.

Quantos anos cabem numa vida de trabalho? A resposta sai redonda: 45 são suficientes para calar o desenhador de moldes e dar voz à aposentação.

Depois de 45 anos de trabalho, Vitalino Sousinha optou por aposentar-se. Penalização: dois anos (fotografia: Joaquim Dâmaso)

Sem arrependimentos, de consciência tranquila. Interrompida a rotina diária, fica mais tempo para a participação cívica. “Houve várias razões”, conta Vitalino Sousinha. “Entre elas os muitos anos de trabalho. Desde os 15 até aos 60 acho que chega. Não faz sentido trabalhar até morrer”.

O primeiro dia do resto da vida do ex-funcionário da Manuel Miranda Lda chegou no verão do ano passado. Em 1 de julho tornou-se um dos 6.400 beneficiários da Segurança Social no distrito de Leiria que gozavam reforma antecipada no final de 2011.

A corrida à pensão de velhice antes dos 65 anos tem vindo a intensificar-se e levou o Governo a suspender esta possibilidade até 2014.

Leia a reportagem completa nas páginas 6 e 7 da edição de 4 de maio de 2012.

Cláudio Garcia
claudio.garcia@regiaodeleiria.pt