Assinar
Cultura

Duas exposições sobre a história do Castelo de Leiria e da região

O Castelo de Leiria recebe a partir de hoje duas exposições: uma sobre a história a reconstrução do monumento e outra sobre a região desde desde a pré-história.

O Castelo de Leiria recebe a partir de hoje duas exposições: uma sobre a história a reconstrução do monumento e outra sobre a região desde desde a pré-história.

"Korrodi e o restauro do Castelo de Leiria"

A inauguração das duas exposições está marcada para as 18h30, e marca a reposição de duas exposições que deram que falar em Leiria nos últimos anos.

“Korrodi e o restauro do Castelo de Leiria”, nos Paços Novos do Castelo de Leiria, resulta de uma parceria da Casa Museu João Soares e do Município, e pretende dar a conhecer as propostas do arquitecto Ernesto Korrodi para o monumento.

A força das imagens fez nascer a vontade de recuperação do Castelo para o qual apenas se previa indiferença e ruína. É esse esforço que é documentado na exposição, com os seus impasses, glórias e erros, esforço que se prolongou durante um século, acompanhando as energias de Korrodi entre 1894, data da sua chegada à cidade e a sua morte em 1944, e foi continuando até aos dias de hoje.

A inauguração, hoje, inclui uma visita guiada à exposição por Jorge Estrela, director da Casa Museu João Soares e autor do trabalho.

Disponível para os visitantes fica também novamente a “Habitantes e Habitats-Pré e Proto-história na Bacia do Lis”, exposição que apresenta sítios arqueológicos da região, enquadráveis na Pré e Proto-História, salientando-se que em Leiria se tem revelado descobertas arqueológicas de relevância no contexto nacional e internacional.

A exposição abre com uma jazida de sílex, local de abastecimento de matéria-prima, essencial para a vida quotidiana do homem na pré-história. O percurso expositivo convida também a conhecer diversos sítios arqueológicos com cronologias desde o Paleolítico Inferior até à Idade do Ferro.

Destacam-se os sítios arqueológicos da praia do Pedrógão, o Abrigo do Lagar Velho, local da descoberta do Menino do Lapedo, e os contextos da Idade do Ferro identificados no morro do castelo de Leiria.

O horário das visitas do Castelo e das exposições é das 10 às 18 horas, todos os dias da semana.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.