Assinar
Mercado

Grupo LN Moldes já tem novo diretor-geral

Moritz Koppensteiner, um engenheiro alemão recrutado no Grupo Simoldes, é o novo diretor-geral da holding LeNSET, de Leiria, que o empresário Leonel Costa liderou até à sua morte, no início do ano.

Moritz Koppensteiner, um engenheiro alemão recrutado no Grupo Simoldes, é o novo diretor-geral da holding LeNSET, de Leiria, que o empresário Leonel Costa liderou até à sua morte, no início do ano.

Moritz Koppensteiner, Natália Valinha e Almeida Henriques

Até aqui gestor na divisão de plásticos da Simoldes em Oliveira de Azeméis, onde trabalhava com clientes como a Audi, Opel, Seat e Volkswagen, Moritz Koppensteiner vai coordenar cinco empresas ligadas aos moldes, injeção de plásticos e produto próprio que empregam 200 pessoas e faturaram 18 milhões de euros no ano passado, incluindo a LN Plás e a LN Moldes.

Na semana passada, o secretário de Estado Adjunto da Economia e do Desenvolvimento Regional, António Almeida Henriques, visitou o complexo industrial LeNSET na Maceira, tendo sido recebido pela presidente do conselho de administração, Natália Valinha, e pelo recém-nomeado diretor-geral.

Impressionado pela capacidade de diferenciação da empresa, o governante elogiou a LN Moldes pela capacidade de evoluir e crescer numa conjuntura adversa, mantendo altos padrões de qualidade.

Para Natália Valinha, “a criação de produtos com elevado grau de complexidade, a precisão, o rigor e a dedicação” foram desde sempre princípios orientadores do fundador, Leonel Costa, e “vão continuar a ser os pilares” do negócio no futuro.

Um dos projetos mais importantes que o Grupo tem em mãos é uma parceria com a Delta Cafés para a produção de cápsulas da marca Q, um contrato que substituiu a importação de milhões de unidades por semana a partir da Suíça.

Para fazer face às encomendas do Grupo de Rui Nabeiro, foram investidos 5,5 milhões de euros, em parte oriundos de financiamento comunitário. Os moldes foram desenvolvidos internamente e a produção envolve nove máquinas, o que representa 25% da capacidade instalada na LN Plás.

(notícia publicada na edição de 22 de junho de 2012)

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.