Assinar Edições Digitais
Sociedade

Câmara da Nazaré quer parar degradação do Forte de São Miguel

O Forte de São Miguel, na Nazaré, continua a degradar-se. Agora são as pedras da fachada que estão a cair e desaparecer, ameaçando a estabilidade do monumento, propriedade da Marinha.

Farol de São Miguel Arcanjo visto da Praia do Norte (fotografia: Westnelson)

O Forte de São Miguel Arcanjo, mais conhecido como Farol da Nazaré, continua a degradar-se. Agora são as pedras da fachada que estão a cair e desaparecer, e ameaçam pôr em perigo a estabilidade do monumento, propriedade da Marinha.

Para impedir a degradação, a Câmara da Nazaré está a fazer contatos no sentido da realização de obras de manutenção na fachada nascente.

A proposta para a realização das obras foi aprovada há dias em reunião do executivo municipal e inseriu-se no terceiro ano do projeto North Canyon, que decorre até ao final do mês de novembro na praia do Norte.

A Liga dos Amigos da Nazaré, a Secretaria de Estado da Cultura e a Marinha, são, entre outras, algumas das entidades que a autarquia pretende ver envolvidas na recuperação do monumento.

AL