Assinar
Mercado

Forças Armadas estrangeiras interessadas no avião não tripulado da Tekever

O primeiro drone português, uma aeronave totalmente autónoma, foi desenvolvido em Óbidos. Está agora na fase de comercialização nos mercados da América do Sul e Ásia.

O grupo tecnológico Tekever, que tem um centro de desenvolvimento em Óbidos, está na fase de comercialização do primeiro drone português, um avião não tripulado (UAV) totalmente autónomo capaz de realizar missões civis e militares.

Desenvolvido em colaboração com o Exército português, o UAV pode ser lançado à mão

Após ter apresentado o AR4 Light Ray em Inglaterra, na importante feira de Farnborough, com uma inédita demonstração de voo, a multinacional portuguesa tem estabelecido contactos internacionais junto das forças armadas e de segurança de diversos países.

Segundo Ricardo Mendes, um dos fundadores da Tekever, a empresa encontra-se atualmente a trabalhar os mercados da Ásia e da América do Sul, esperando “concretizar as primeiras vendas” ainda em 2013.

O centro de desenvolvimento de Óbidos participou em todas as etapas do projecto nos últimos quatro anos, com maior incidência nas áreas de mecânica, eletrónica, assemblagem e testes de voo iniciais.

Leia a reportagem completa na edição de 3 de janeiro de 2013. Pode adquiri-la online aqui.

Cláudio Garcia
claudio.garcia@regiaodeleiria.pt

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.