Assinar
Sociedade

População de Vermoil pede explicações à EDP

Um grupo de habitantes e empresários de Vermoil, concelho de Pombal, esteve hoje concentrado junto à sede da EDP no concelho. Depois de seis dias às escuras, exigem que a empresa reponha a eletricidade na região.

Um grupo de habitantes e empresários de Vermoil, concelho de Pombal, esteve hoje concentrado junto à sede da EDP no concelho. Depois de seis dias às escuras, exigem que a empresa reponha a eletricidade na região.

“Inicialmente as pessoas compreenderam o problema, mas agora a revolta aumenta a cada hora que passa”, conta o presidente da Junta de Vermoil, Ilídio da Mota. A freguesia ficou sem luz no sábado e, hoje, quinta-feira, “cerca de 40 famílias e várias empresas ainda estão sem eletricidade”, revela.

Na EDP, o grupo liderado por Ilídio da Mota encontrou funcionários “abatidos e esgotados”, sem capacidade para responder à “imensidão” de problemas elétricos que surgiu no concelho. Ainda assim, o grupo obteve a garantia de que a empresa vai enviar “pelo menos um piquete à freguesia para começar a resolver os problemas de baixa tensão”.

Ilídio da Mota lamenta os lapsos de comunicação da EDP ao longo dos últimos dias e deixa o alerta: “há cabos de baixa tensão na estrada, que agora estão com carga e podem provocar acidentes. Estamos perante um problema de segurança pública”.

De acordo um comunicado da autarquia de Pombal, enviado hoje às redações, um terço do concelho permance ainda sem energia elétrica.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.