Assinar Edições Digitais
Desporto

Equipamentos de fitness no circuito Polis entram em funcionamento sexta-feira

Às caminhadas, corridas e voltas de bicicleta, juntam-se a partir de sexta-feira, 5 de abril, os exercícios de ginásio ao ar livre, com vista para o Rio Lis.

Entram em funcionamento sexta-feira, 5 de abril, os oito aparelhos de ginásio instalados ao ar livre junto ao circuito Polis de Leiria, no Marachão, nas traseiras do Edifício 2000.

Equipamentos de ginásio reforçam oferta no circuito Polis (fotografia: Joaquim Dâmaso)

Habitualmente utilizado por muitos para caminhadas, corridas ou voltas de bicicleta, o circuito fica assim reforçado ao nível da oferta para atividade física.

A Câmara de Leiria justifica a aposta com a necessidade de “estimular a prática de atividade física regular e sensibilizar os cidadãos para a aquisição de hábitos de vida ativa e saudável”.

O equipamento, constituído por oito aparelhos, é sobretudo vocacionado para adultos e idosos, sendo a utilização gratuita.

A autarquia recomenda que sejam utilizados sequencialmente, servindo a Bicicleta e o Remo como aquecimento preparatório para os restantes exercícios: Balança, Flexões, Abdominais, Elevador, Barras Paralelas e Trícep.

O município de Leiria apela ainda aos cidadãos que cumpram as regras de utilização dos equipamentos, não só para que possam tirar o máximo proveito da sua utilização, bem como para que se possa garantir a sua preservação em bom estado.

A Organização Mundial de Saúde, a União Europeia e os seus Estados-membros recomendam um mínimo de 60 minutos diários de atividade física, de intensidade moderada, para crianças e jovens, e um mínimo de 30 minutos diários de atividade física moderada para adultos, incluindo idosos.

Equipamentos:

Bicicleta e Remo – Permitem ao utilizador realizar um aquecimento preparatório para as restantes estações, ou um treino cardiorrespiratório, se prolongarmos o seu tempo de execução. Ambas permitem desenvolver a resistência tanto do trem inferior como do superior, uma vez que a bicicleta é composta por um ciclo ergómetro de braços e outro de pernas.

Balança e Trícep – Contemplam o treino neuromuscular, que progride dos grandes grupos musculares e movimentos multiarticulares para os pequenos grupos e mono articulares. Nestas estações, solicita-se aos utilizadores que realizem uma série de 10 a 15 repetições do exercício proposto, com o objetivo de desenvolver a força resistente, contemplando o maior número de grupos musculares, como de movimentos articulares, numa sessão de treino que englobe a totalidade do corpo.

Balança – Permite desenvolver a força resistente dos membros inferiores, nomeadamente com as ações de flexão e extensão dos joelhos.

Flexões – Permite desenvolver a força resistente dos membros superiores, com a sua ação a incidir sobre os músculos do peito e braços.

Abdominais – Consiste numa flexão do tronco ou numa pequena elevação das omoplatas por parte do utilizador que se encontra em decúbito dorsal no banco, permite desenvolver a força resistente do tronco, nomeadamente dos músculos do abdómen.

Elevador – Permite desenvolver a força resistente dos membros superiores, nomeadamente dos músculos posteriores do tronco (costas), responsáveis pela ação de puxar acima da cabeça, ou do movimento de elevação do tronco.

Paralelas – Permite desenvolver a força resistente dos músculos abdominais e flexores da coxa, uma vez que o utilizador apoiado nas barras, executa o exercício de elevação dos joelhos fletidos, na direção do tronco.

Tríceps – Permite desenvolver a força resistente dos braços, incidindo a sua ação sobre o músculo tríceps, na zona posterior do braço.