O mês de março foi o sétimo mais chuvoso em Portugal continental desde 1931. E a região de Leiria, muito embora tenha registado valores de precipitação bem acima da média, foi onde o excesso de chuva foi menos acentuado.

Março foi o sétimo mês mais chuvoso desde 1931

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera revelou hoje no seu site que em março “observaram-se quantidades de precipitação muito elevadas, cerca de 2,5 a 5 vezes superiores aos valores médios, classificando-se este mês como muito chuvoso a extremamente chuvoso em todo o território”.

Em Portugal continental, o valor médio da quantidade de precipitação foi de 222 mm, 161 mm acima da média de 1971-2000, revela ainda o IPMA. Esta entidade deixa ainda a indicação que o número de dias com precipitação variou entre 15 e 25, em todo o território, sendo duas a quatro vezes superior aos valores médios (1971-2000).

O IPMA divulgou ainda um mapa do continente com a proporção da precipitação (em percentagem) registada em março e os valores médios. É precisamente nesse mapa que se pode constatar que o centro e norte do distrito de Leiria está incluído na zona do país onde a precipitação se situou a baixo dos 300% em relação à média. Nalguns locais do país, essa razão ultrapassou os 500%.