Assinar Edições Digitais
Sociedade

Rede sem fios em estudo para centro tradicional da Marinha Grande

O Centro Tradicional da Marinha Grande poderá vir a contar com um acesso à internet, em banda larga, através de uma rede sem fios.

O Centro Tradicional da Marinha Grande poderá vir a contar com um acesso à internet, em banda larga, através de uma rede sem fios. A Câmara local revela que está a desenvolver estudos que pretendem a implementação daquele serviço na zona, muito embora não adiante ainda uma data provável para a sua entrada em funcionamento.

O centro tradicional da cidade vidreira, reconhece a autarquia, é de elevado potencial, “tem condições excelentes para se tornar um polo dinâmico” mas paradoxalmente, está envolvido num contexto de crescente abandono. Imóveis degradados e espaços comerciais que sucumbem à fraca afluência de público, são um cenário cada vez mais comum.

Contudo, quase sete milhões de euros estão a ser investidos na área, em diversas intervenções de reabilitação. Resultado de projetos com apoio comunitário, destaca-se a Reabilitação da Fábrica da resinagem e da Casa da Cultura, que somam cerca de seis milhões de euros.

Estes são projetos que apostam “criar condições para a revitalização do Centro Tradicional e torná-lo uma área atrativa para a fixação de novas unidades comerciais e de serviços”, explica a autarquia. E, tudo indica, com uma ampla mancha de acesso livre à internet.

(Notícia publicada na edição de 21 de março de 2013)