Assinar
Sociedade

Pais regressam à escola para aprender matemática

Conhecer os processos para um cálculo matemático correto esteve na origem do “Matemática em família”, um projeto que envolveu três dezenas de pais e alunos de uma escola da Marinha Grande

Recorda-se como aprendeu a fazer contas? E como decorou a tabuada? Pois bem, os cálculos e a forma como coloca tudo no papel sofreram pequenas alterações desde o seu tempo de estudante.

De forma a compreender o “bicho das contas”, a escola de 1º ciclo da Praia da Vieira desafiou os pais e os 32 alunos para o projeto “Matemática em família”. E eles responderam positivamente.

Uma vez por mês, no horário de atendimento, crianças e adultos partilharam as carteiras e estudaram em conjunto. Rodrigo e Fabiana, do 1º e 4º ano, contaram com a presença dos pais em praticamente todas as sessões. “Matemática em família é um reforço do que os alunos aprendem diariamente. E até eu já aprendi coisas que não sabia”, confessa Ana Gomes, mãe dos dois estudantes, que passou a saber construir um diagrama de caule-e-folhas.

Patrícia Pinho, professora há 17 anos, foi a mentora do projeto. “A ideia era desmistificar a matemática e ajudar os alunos, ao mesmo tempo que trazíamos os pais à escola. Foi muito engraçado ver os alunos a explicar aos pais como fazer os exercícios”, afirma.

Fórmulas para chegar à resposta final em contas de adição, subtração, divisão e multiplicação ou a geometria foram apenas alguns dos temas abordados, com a finalidade de ajudar os pais a acompanhar os filhos na realização dos Trabalhos Para Casa, vulgo TPC.

Patrícia Pinho aproveitou para passar alguns trabalhos de férias, para que os mais novos continuem a treinar o cálculo mental, de forma divertida e em família. Jogos como o tangram (de origem oriental), ouri (de origem africana), lu-lu (de origem havaiana) ou puzzles e construções em 3D ajudam ao raciocínio e à agilidade no cálculo. De miúdos e graúdos.

Leia o trabalho na íntegra na edição do dia 30 de maio de 2013.

Marina Guerra
marina.guerra@regiaodeleiria.pt

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.