Assinar Edições Digitais
Saúde

Escola Superior de Saúde de Leiria já formou mais de 2.200 alunos

Quatro décadas de história em Leiria, iniciadas com a criação da então Escola de Enfermagem, proporcionou formação superior a mais de 2.200 estudantes, em diversas especialidades.

_a2_4b30b934c8a92Para José Carlos Gomes, diretor da Escola Superior de Saúde de Leiria (ESSLei), a criação da escola “marcou um momento de mudança no panorama da cidade e da região”.

“Mais do que uma formação de qualidade técnica, científica e humana, nacional e internacionalmente reconhecida, contribuiu e contribui para a criação de uma geração participativa na construção da sociedade”, sublinha.

Em dezembro de 2013, alunos, professores e funcionários assinalaram os 40 anos que passaram desde a primeira aula e o estatuto que a escola assumiu a nível nacional, enquanto “referência na qualidade da formação”.

O momento foi aproveitado para recordar o passado, refletir sobre o presente e debater perspetivas e desafios para o futuro.

Ao longo dos anos, a oferta formativa da ESSLei (IPLeiria) multiplicou-se. Além de Enfermagem, propõe licenciaturas em Dietética, Fisioterapia, Terapia da Fala e Terapia Ocupacional; mestrados em Enfermagem à Pessoa em Situação Crítica, de Saúde Familiar, e de Saúde Mental e Psiquiatria, Intervenção para um Envelhecimento Ativo e Desporto e Saúde em Crianças e Jovens (estes dois últimos em colaboração com a ESECS); bem como pós-graduações em Cuidados Paliativos, Enfermagem de Anestesiologia e Cuidados Intensivos, Enfermagem Forense, Supervisão e Trauma, Emergência e Apoio Humanitário.

Com cerca de 1.200 alunos e um corpo docente de quase quarenta professores, a ESSLei orgulha-se da sua taxa de empregabilidade, que rondava o ano passado 95,7%.

(Notícia publicada na edição de 5 de dezembro de 2013)