Assinar
Mercado

Energia das ondas de Peniche recebe 9,1 milhões

Uma iniciativa pioneira de produção de eletricidade a partir da energia das ondas, que decorre em Peniche, vai receber 9,1 milhões de euros em fundos comunitários.

WaveRoller-wave-energy-device-under-water-croppedCom a aprovação deste financiamento, o projeto pode avançar para a fase de produção comercial. Depois de sete anos de desenvolvimento e ensaios, a verba destina-se a construir uma central de exploração em grande escala, anunciou no início de julho a Comissão Europeia.

A tecnologia Wave Roller começou a ser testada em Peniche em 2007, no âmbito do projeto SURGE, liderado pela empresa finlandesa AW Energy.

Baseia-se no aproveitamento do impacto da ondulação em módulos colocados no fundo do mar. Passou por várias versões e já possibilitou a injeção de eletricidade na rede pública.

A ideia é do mergulhador Rauno Koivusaari, que se associou a diversos parceiros, incluindo o Município de Peniche, os Estaleiros Navais de Peniche e o Grupo Lena.

Um dos objetivos do projeto SWELL, agora financiado, é conceber um produto comercial completo a partir da tecnologia WaveRoller.

“É de extrema importância para o concelho de Peniche uma vez que envolve diversas empresas, fornecedores, prestadores de serviços e parceiros locais”, refere a autarquia, numa nota de imprensa. “Por outro lado, pode vir a constituir uma oportunidade para Peniche e para Portugal, como pioneiros na construção e exportação de equipamentos de produção de energia das ondas”.

Além desta candidatura, a Comissão Europeia aprovou outras 18, totalizando mil milhões de euros a favor de projetos destinados a combater as alterações climáticas. Em Portugal, também vai ser apoiada uma central fotovoltaica em Beja.

CG

(Notícia publicada na edição de 10 de julho de 2014)

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.