Uma, duas, três,…, 12. São 12 as imagens da Virgem Peregrina que existem no Santuário de Fátima. O facto é desconhecido da maioria dos católicos (e não católicos) e as diferenças nas imagens, a existirem, são mínimas e passam despercebidas à maioria dos crentes.

20081002170221_D0029261
Há 12 imagens de Nossa Senhora que chegam a milhões de fiéis em todo o mundo

Mas qual a razão para existirem tantas imagens?

A 13 maio de 1947, a primeira imagem, feita segundo indicações da Irmã Lúcia, realizou a primeira viagem. Durante mais de meio século, revela fonte do Santuário de Fátima, a figura visitou 64 países de vários continentes, até que, em 2000, a reitoria do Santuário “entendeu que ela não deveria sair mais habitualmente, mas só por alguma circunstância extraordinária”. Desde 2003 a imagem peregrina (nº 1) está entronizada na Basílica de Nossa Senhora do Rosário, no Santuário, e só sai em momentos significativos.

Engana-se portanto quem pensa que a imagem peregrina que percorre o mundo é a figura que está presente na Capelinha das Aparições. Esta tem, entre outras características, um manto dourado mais trabalhado e a bala que atingiu o papa João Paulo II cravada na coroa. Só se ausenta da Capelinha das Aparições “em ocasiões consideradas muito especiais”, refere o Santuário. Entre 1920 e 2014, estão registadas apenas 12 saídas.

Os pedidos da presença da figura que chegam ao Santuário de Fátima são muitos e vindos de todo o mundo. De forma a tentar dar resposta a todos os pedidos, foram feitas várias réplicas da primeira imagem, a que foi criada em 1947. São, atualmente, 12 as figuras e passam boa parte do ano a percorrer o mundo católico.

Sete ausências

Desde maio, a imagem presente na Basílica é a nº 10, já que a nº 1 está a desempenhar uma das tais situações que o Santuário entende como “significativas”. Está a percorrer 37 mosteiros de clausura (masculinos e femininos) em Portugal, no âmbito do Centenário das Aparições, onde vai permanecerá uma semana em cada mosteiro. A partir de janeiro de 2015 vai visitar as dioceses até 2016.

Sete das 12 imagens estão, ao dia de hoje, 9 de outubro, ausentes do Santuário. Lisboa, Milão, Rio de Janeiro, Bréscia ou Sardenha são outros dos locais onde é possível encontrar a figura da Virgem Peregrina. Só em 2014, prevê-se que as imagens percorram mais de 85 mil quilómetros, distância superior a duas voltas ao mundo.

Itália é, a seguir a Portugal, o destino mais frequente. Atualmente estão presentes em território italiano quatro réplicas.
Regra geral, as ausências do Santuário são por breves períodos, no entanto, não existe um tempo máximo definido para a saída. A imagem nº 12, por exemplo, está no Rio de Janeiro, Brasil, desde maio de 2013 onde vai permanecer até 2017, para visita às dioceses do Santuário de Nossa Senhora de Fátima.

No início do ano, a nº 7 esteve na Albânia, a nº 5, que agora está em Milão, já passou na Mata Mourisca, Ilha e Guia (Pombal), no Santuário do Senhor Jesus do Carvalhal (Bombarral), e em Regueira de Pontes (Leiria); e a nº 8 em Toledo e Getafe (Espanha). Até final de outubro, esta mesma imagem, a nº 8, está no Instituto Português de Oncologia (IPO), em Lisboa, na sequência do pedido de uma mãe cujo filho, de três anos, esteve nessa unidade hospitalar a receber tratamento a uma leucemia. A comissão local realizou o pedido para receber a imagem e o Santuário acedeu.

Na “viagem” até ao IPO, o Santuário vai ainda aproveitar para realizar conferências e atividades direcionadas para crianças.

Este é um exemplo dos pedidos que recebeu resposta afirmativa. Aliás, regra geral, todos os pedidos formulados têm resposta, daí que até ao momento não tenha existido necessidade de aumentar o número de réplicas existente, refere fonte do Santuário ao nosso jornal.

E quem pode pedir que a imagem peregrina visite a sua paróquia? Qualquer crente pode fazer o pedido, através do pároco ou reitor da sua diocese, que depois encaminha a solicitação ao Santuário de Fátima. As imagens não podem, todavia, ficar em casas particulares, pelo que, regra geral, são sempre as paróquias, dioceses ou locais de culto a acolher a efígie.

 

Duas voltas ao mundo em 2014

12 imagens da figura de Nossa Senhora pertencentes ao Santuário de Fátima

85 mil quilómetros é a distância que as imagens do Santuário de Fátima deverão completar em 2014, satisfazendo todos os pedidos solicitados. Para dar uma volta ao mundo é necessário percorrer 40 mil quilómetros

300 peregrinos integram o Grupo da Imaculada (Portugal), o maior que está previsto estar presente nas celebrações de 13 de outubro

99 grupos organizados de peregrinos deram nota da sua presença junto do Serviço de Peregrinos do Santuário, no próximo fim de semana

Marina Guerra
marina.guerra@regiaodeleiria.pt

(Notícia publicada na edição de 9 de outubro de 2014)