Assinar
Saúde

Bombeiros Municipais de Leiria apoiam idosos ao domicílio

Os bombeiros municipais de Leiria começaram no dia 1 de junho a visitar e acompanhar idosos e pessoas em situação de isolamento ou vulnerabilidade.

Os bombeiros municipais de Leiria começaram no dia 1 de junho a visitar e acompanhar idosos e pessoas em situação de isolamento ou vulnerabilidade.

O programa “Sempre Consigo”, dinamizado com a Câmara de Leiria, prevê apoiar 70 seniores residentes em várias freguesias do concelho e utentes do Centro de Acolhimento de Leiria, a maioria dos quais na zona urbana, e que foram sinalizados pela Rede Social do concelho.

Além da avaliação dos parâmetros vitais dos idosos, como pressão arterial, temperatura, ventilação e glicémia, os bombeiros procurarão identificar eventuais riscos sanitários, em termos de higiene e segurança, implementar medidas preventivas e de autoproteção e alertar para alguns cuidados básicos nestas áreas.

“Deparamo-nos muitas vezes com situações que são preocupantes, em termos de higiene e segurança, nas operações que fazemos sobretudo de emergência pré-hospitalar. Vamos procurar identificá-las e tentar resolvê-las”, adiantou Artur Figueiredo, comandante da corporação aquando da apresentação do projeto.

As primeiras visitas, já calendarizadas, serão realizadas com as instituições parceiras depois de um contacto prévio com os utentes, estando posteriormente previstas visitas e contactos telefónicos regulares por parte dos bombeiros.

“Temos uma série de programas e de atividades para os idosos que se encontram enquadrados nas respostas sociais, nos centros de dia ou serviço de apoio domiciliário ou mesmo com enquadramento familiar”, enquanto outros não possuem este suporte. “E é com estes que precisamos mesmo de intervir”, adiantou por sua vez Ana Valentim, vereadora do Desenvolvimento Social, referindo que o projeto visa complementar a intervenção efetuada pelas instituições, através de um “acompanhamento de proximidade” e num “horário mais alargado”.

“O que queremos evitar é que as situações dos idosos cheguem a um ponto tal que tenham que ser comunicadas ao Ministério Público ou que tenham que ser integrados numa estrutura residencial por motivos de risco”, acrescentou.

Entretanto, a Câmara viu aprovada uma candidatura ao programa “10 mil vidas” que irá permitir alargar o serviço de teleassistência a 50 idosos, com um sistema de monitorização mais avançado que inclui a telesaúde.

(Notícia publicada na edição de 1 de junho de 2017 e editada)

70

São cerca de 70 os idosos que os bombeiros se propõem acompanhar. Para o efeito, a corporação irá destacar diariamente dois bombeiros e uma ambulância, de um total de 25 elementos afetos ao projeto. O acompanhamento será prestado 24 horas sobre 24.

martine.rainho@regiaodeleiria.pt

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.