Esta sexta-feira, 29 de setembro, a União Desportiva de Leiria vai a votos. O processo eleitoral decorrerá na sede, no Estádio Municipal de Leiria, entre as 20 e as 23 horas, e pela primeira vez há duas listas a disputar a liderança do clube: a lista A, encabeçada por Nuno Cardoso, e a lista B, que candidata a líder da direção o atual presidente da SAD da União de Leiria, Alexander Tolstikov. 

O facto de existirem duas listas candidatas é encarado como “saudável” pelo presidente da mesa da assembleia geral.

António Fernandes considera que haver duas candidaturas “enobrece, prestigia e prova que o clube está vivo e sócios ativos”. Por outro lado, “oferece alternativas de escolha, uma maior participação democrática afim dos resultados eleitorais serem mais autênticos e credíveis”.

Neste momento histórico para a União de Leiria, o presidente da União de Leiria, numa mensagem divulgada no site do clube, sublinha que “será um bom princípio para haver paz, tranquilidade e segurança e, também, credibilizar os eleitos que irão conduzir, prestigiando assim espero, os destinos da União de Leiria nos próximos dois anos”.

Lista A

Lista B

Nuno Cardoso
“Queremos dar uma nova dimensão e nova imagem ao clube”

Alexander Tolstikov
“Temos experiência e know-how

Nuno Cardoso é sócio nº 984, desde 2012. Foi treinador de juvenis e juniores e coordenador do futebol de formação de 2004 a 2007.

O russo Tolstikov é o atual presidente da SAD. É sócio da União Desportiva de Leiria desde 2015, com o número 1.239,

01 Porque se candidata à liderança do clube?

02 O que propõe mudar no clube?

03 O que distingue a sua da lista concorrente?

01 Porque é a UNIÃO que nos move! Reunimos uma equipa constituída por unionistas com forte e ativa ligação ao clube, que nos tempos mais recentes estiveram na génese da Comissão de Celebração do 50º Aniversário da UDL, integraram a Comissão de Revisão e Alteração Estatutária e Reformularam o Sistema de Quotização do Clube. Entendemos que era o momento de não desperdiçar o trabalho feito. Avançámos com o intuito de dar uma nova dimensão e nova imagem ao clube, um crescimento sustentado e independente, renovando e regenerando os corpos sociais.

02 A primeira e maior novidade alcançada através da nossa candidatura é que, pela primeira vez, os sócios terão direito de escolha. Serão eles a decidir o projeto que querem para o clube. Depois, queremos aumentar em grande número o maior património do clube, os Sócios! O marasmo em que o clube tem vivido levou a que hoje apenas tenha cerca de 170 sócios pagantes. A intenção é chegar, no prazo de um ano, aos mil sócios. Queremos manter e, se possível, aumentar o apoio às secções existentes (formação até juvenis e veteranos) e às secções de Bilhar e Caravanismo, e alargar o número de modalidades, para aumentar a base de captação de sócios. Estamos preparados para ter mais três modalidades: uma será um regresso e duas serão estreias na história do clube.

03 Tirando a paixão pela União de Leiria, e a certeza de que ambas as listas querem o maior sucesso para a SAD, no sentido de que mesma alcance esta época o acesso às competições profissionais, tudo! Somos uma equipa completamente nova, que tem um projeto para que o clube possa ser independente das pessoas que o lideram, que sabe como o fazer, que quer resgatar o clube do estado de “serviços mínimos” em que se encontra, que tem provas dadas em saber como potenciar a maior fonte de receitas extraordinárias para o clube, a formação, que quer definitivamente aproximar o clube dos leirienses e da cidade. Sempre que dermos a voz e a cara pela UDL não restem quaisquer dúvidas de que é única e exclusivamente pelo clube que o fazemos!

01 Já anteriormente tinha afirmado que o presidente deveria ser uma pessoa respeitada e influente da cidade de Leiria, que pudesse dar prestígio ao clube. Devia ser um verdadeiro líder. Infelizmente, não se tem conseguido, não podemos andar para trás e não temos tempo a perder. O grupo de pessoas que me acompanha, pessoas ilustres e respeitáveis da nossa cidade, e o grupo de sócios que me desafiou fez com que apresentasse a candidatura. Estas pessoas dão-me total garantia de sucesso.

02 Em primeiro lugar vamos conseguir a estabilidade e tranquilidade que não tem sido fácil de atingir – os projetos clube/SAD têm que ser apenas um. Conseguimo-lo nestes últimos tempos, durante a vigência da Comissão Administrativa que integra na totalidade este novo projeto. Os adeptos estão cansados de guerra e, por isso, alguns deixaram de acreditar. Queremos devolver o amor e paixão pelo clube, essa será a nossa grande vitória. A nossa ação em termos de responsabilidade social aproximar-nos-á de instituições de solidariedade na área da deficiência mental e motora, hospitais e cidadãos privados de liberdade. Essa é uma das nossas bandeiras.

03 Experiência e know-how. A nossa equipa é composta por pessoas de referência no clube e na cidade, com todas as provas dadas. A proximidade do mundo empresarial e a grande capacidade de captação de novos parceiros é uma das suas caraterísticas. Temos como exemplo recente o seu desempenho na Comissão Administrativa agora cessante, aumento de 4000% nas receitas de patrocinadores. Uma coisa posso garantir: todos temos uma grande paixão pelo clube.