Assinar Edições Digitais
Desporto

Há sete anos que a Nazaré esperava por esta onda (Vídeo)

Calcula-se que terá 35 metros mas ainda não há confirmação oficial. A Praia do Norte recebeu ontem dezenas de surfistas de ondas gigantes e Hugo Vau terá sido o herói do dia ao surfar a “Big Mama”.

Praia do Norte, na Nazaré, atrai milhares de curiosos para ver as ondas Fotos: Praia do Norte

As previsões anunciavam ondas gigantes e não falharam. Ontem, quinta-feira, a Praia do Norte, na Nazaré, recebeu o maior swell da temporada e o surfista português Hugo Vau poderá ter batido o recorde do mundo.

Surfistas de todo o mundo entraram na água para enfrentar o Canhão da Nazaré e tiveram um dia praticamente perfeito. O momento foi acompanhado por milhares de pessoas em terra e outras tantas via internet em todo o mundo.

Jorge Leal, membro da equipa de Hugo Vau, partilhou um vídeo com imagens, pouco perceptíveis, daquela que terá sido a maior onda do dia, também conhecida por “big mama”. “Hoje vi provavelmente a maior onda surfada na Nazaré por @hugovau no maior swell de sempre!”, escreveu Jorge Leal, na conta de instagram. Estima-se que a onda deverá ter 35 metros, bem acima do recorde mundial de 23,8 metros conseguido por Garrett McNamarra em 2011.

Em entrevista à SIC, Hugo Vau disse que os surfistas estavam à espera da onda, que é denominada como “a mítica Big Mama”, há cerca de sete anos. “São precisas condições muito específicas de maré, de tamanho de ondulação, para que a onda rebente neste local”, explicou, que disse ter noção do poder da onda quando a viu rebentar a seu lado. “A explosão que faz torna-se maior do que o próprio tamanho da onda.”

Para saber o tamanho da onda, esta terá de entrar nos XXL Biggest Wave Awards, onde será avaliada.

“É muito grande, muitos surfistas que têm muitos anos de praia do Norte já me disseram que foi a maior onda que alguma vez viram surfar na Praia do Norte”, disse Hugo Vau, na mesma entrevista, que considerou ser “irrelevante” o tamanho da onda. “O que interessa é que a pessoa vá para a água, se divirta e saia de lá vivo”.

O surfista português enalteceu o trabalho de equipa que o acompanhou: Alex Botelho, que o puxou para a onda, Marcelo Luna, que fez o backup de segurança, e Jorge Leal, que, além de filmar, fez o “call” para a onda.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.