Select Page

Paulo Vieira: “Temos um histórico de títulos que importa assegurar”

Paulo Vieira assumiu a presidência da Juventude Vidigalense (JV) este mês, numa altura em que o Centro Desportivo de Marcha e Corrida (CDMC) comemora quatro anos de atividade. Em conversa com o REGIÃO DE LEIRIA falou dos objetivos do Centro, das equipas de atletismo e da própria direção para o seu mandato.

REGIÃO DE LEIRIA (RL) – O Centro Desportivo de Marcha e Corrida (CDMC) completa quatro anos esta quinta-feira. Nestes quatro anos os leirienses aprenderam a caminhar e correr de forma mais equilibrada, ponderada?

PAULO VIEIRA (PV) – Passaram quatro anos desde que o Instituto Português do Desporto e Juventude e a Federação Portuguesa de Atletismo nos confiaram este projeto. Com ele pudemos alargar a base social do clube e proporcionar uma experiência de prática desportiva ajustada a qualquer idade ou condição física. Os benefícios são imensos: primeiro os utentes do CDMC encontram uma orientação técnica, de modo a retirarem mais proveito do seu treino; depois permite um ajuste de intensidade de acordo com objetivos de cada um, que se podem prender com os mais variados aspetos, como a perda de peso, a melhoria da condição física, a tonificação muscular, a melhoria da técnica de corrida ou a motivação e superação pessoal. Acima de tudo, proporciona-se uma prática qualificada, consciente e orientada do desporto aliada a uma forte componente social onde o espírito de camaradagem impera.
Efetivamente um dos objetivos é que os utentes do CDMC de Leiria pratiquem desporto de forma equilibrada e ponderada.

RL – Como é que a JV pretende desenvolver o trabalho do Centro nos próximos anos?

PV – O Clube Juventude Vidigalense tem vindo a alargar a sua base social, sendo que um dos seus slogans é “Um clube para todos”. Neste contexto, o clube integrou em 2014 ao Programa Nacional de Marcha e Corrida iniciativa conjunta do Instituto Português do Desporto e Juventude, Federação Portuguesa de Atletismo. Ao contrário de outros CDMC, esta unidade de Leiria é gerido por um Clube e não por uma autarquia, o que traz alguns constrangimentos orçamentais. Pretende-se continuar a apostar neste grupo de treino, reforçando a divulgação junto da população local para captar mais utentes e assim poder assegurar a autonomia financeira desta secção.

RL – Assumiu a presidência da JV este mês. Quais os objetivos da direção que preside para aquela que é a terceira potência do atletismo em Portugal?

PV –  Em termos desportivos sem dúvida que temos um histórico de títulos e subidas aos pódios nacionais que importa assegurar. Coletivamente, a presença no top 3 nacional da I Divisão é um objetivo claro, para o qual foi feito um investimento nas equipas seniores masculina e feminina.

Também em termos individuais pretendemos continuar com o nosso apoio aos atletas para que eles alcancem elevados patamares de alto rendimento, assim como tenham presença nas seleções nacionais, assim como manter a possibilidade dos nossos atletas participarem em provas internacionais, por exemplo no circuito EAP.

Pensando no slogan de “Um clube para todos”, gostaríamos também de conseguir criar e dinamizar uma vertente de desporto adaptado, o objetivo com alguns anos mas que tem sido difícil de implementar.

Por fim, não podemos deixar de referir a importância na nossa atividade no plano organizativo. Este ano temos a grande responsabilidade de organizar a Taça da Europa de Lançamentos, em março, bem como a Taça dos Clubes Campeões Europeus de Juniores (grupo B), em setembro, pela oitava edição consecutiva – algo inédito.

RL – Que título será especial conquistar esta época?

PV – Não existe um título em particular que possamos destacar, mas sem dúvida que pretendemos que as nossas equipas principais consigam manter-se no pódio na primeira divisão, assim como as camadas mais jovens, Juvenis, Juniores e Sub-23.

Será um desafio pois os nossos adversários também têm sabido reforçar-se, mas se não houver falhas e se a sorte estiver do nosso lado, tudo é possível.

Paulo Vieira, presidente da direção da Juventude Vidigalense

RL – Quais as maiores dificuldades que acredita que irá enfrentar?

Acredito que oiça este discurso frequentemente mas uma das maiores dificuldades que todos os clubes de atletismo têm neste momento é o do financiamento. Apesar de termos alguns apoios, a nossa estrutura é pesada e exige um grande esforço de gestão: temos quatro funcionários a tempo inteiro, uma frota para manter (incluindo um autocarro), despesas com equipas e treinadores, uma atividade desportiva exigente… há que racionar o orçamento.

Outra das dificuldades que temos é a de “segurar” os atletas que formamos durante anos. Com a sua chegada a um topo nacional, o “assédio” por parte outros clubes um poder monetário superior ao nosso é inevitável. Isso deixa-me um pouco triste… mas ao mesmo tempo fico orgulhoso por conseguirmos formar alguns dos melhor atletas de Portugal em várias disciplinas.

Por fim, mais a título pessoal, espera-me o desafio de conseguir conciliar a vida familiar e profissional com os afazeres que este grande clube nos traz todos os dias. Para isso não estou sozinho, contando com uma equipa diretiva reforçada.

Uma das novidades destes corpos sociais consiste na reformulação da nossa estrutura, passando a haver a cinco vice-presidências para as áreas: desportiva, administrativa e património, relações institucionais, marketing e imagem, e eventos e atividades. Desta forma pretendemos reforçar a equipa diretiva, descentrando responsabilidades e conferindo alguma autonomia sectorial que aligeirará o volume de trabalho inerente à atividade geral do clube.

Marina Guerra
Jornalista
marina.guerra@regiaodeleiria.pt

O Centro Desportivo de Marcha e Corrida (CDMC) de Leiria celebra hoje, quinta-feira, o 4º aniversário com um treino aberto à população.

A atividade decorre no Centro Nacional de Lançamentos de Leiria, pelas 19 horas, e além do exercício físico, pretende também ser uma forma de tomar contacto com o tipo de treinos proporcionado pelos técnicos do Juventude Vidigalense.

A participação é gratuita e não carece de inscrição. No final do treino será servido um bolo de aniversário a todos os participantes.

Habitualmente, os treinos do CDMC decorrem às segundas-feiras das 19h30 às 20h45 e às terças e quintas-feiras entre as 19h00 e as 20h30, sempre com ponto de encontro no CNL (Centro Nacional de Lançamentos) (http://www.juventudevidigalense.pt)

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Siga-nos

Primeira Página

Publicidade

Pergunta da semana

A carregar

As escolas devem proibir a entrada de telemóveis em salas de aulas?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

O Tempo

23° Humidity: 100%
Clouds: 90%
Wind(E): 10kph
garoa
Quinta-feira
23° 22°
Sexta-feira
21° 20°
Sábado
23° 18°
Domingo
27° 22°
Segunda-feira
26° 17°

Região de Leiria no Facebook

Subscrição de newsletter

Share This