A recriação histórica “Leiria há 100 anos” vai mobilizar cerca de 1.100 figurantes num programa cultural que pretende lembrar, nos dias 1 e 2 de junho, como era a cidade em 1919.

Encenações, música, gastronomia, exposição de animais e exposições acontecem em cinco espaços do centro histórico de Leiria, numa iniciativa da Câmara Municipal de Leiria e Associação de Folclore da Região de Leiria – Alta Estremadura.

Entre o programa, destaque para o Baile da Paz, na noite de sábado, no Largo 5 de Outubro, e para a IV Exposição Nacional de Olaria – A Arte nas Mãos do Oleiro, no Largo Goa, Damão e Diu.

Ao todo estarão envolvidos 17 ranchos folclóricos, 30 oleiros, 16 outros artesãos, 12 comerciantes, 11 grupos de teatro, três grupos de atividades ludico-pedagógicos e duas filarmónicas.

A gastronomia será outro dos destaques, com seis tabernas, uma casa de pasto e quatro espaços especializados em pão com chouriço.

Segundo nota do município, “Leiria há 100 anos” pretende voltar atrás no tempo e dar a conhecer a história do concelho junto dos leirienses e de quem visita a cidade, recriando os principais acontecimentos de há um século.