É um pássaro? Um super-herói? Não, é uma das muitas aeronaves que vão participar, no próximo sábado, dia 29, no Festival Aéreo que a Base de Monte Real (BA5) vai realizar.

Nos últimos dias os céus da região já começaram a receber movimentações aéreas relacionadas com o evento do próximo fim de semana que promete atrair milhares de pessoas. Além das aeronaves portuguesas, haverá a participação das forças aéreas espanhola e marroquina.

O festival integra a programação do 67º aniversário da Força Aérea e decorre na unidade militar de Monte Real, que este ano celebra 60 anos, com abertura de portas a partir das 10 horas. O Festival Aéreo está marcado para as 15 horas mas durante a manhã, os visitantes já poderão visitar a exposição estática.

A exposição contará com as aeronaves Chipmunk, Épsilon TB-30, C-295M, C-130H, EH-101 Merlin, AW119 Koala, Alouette III, Falcon 50 e F16. O Museu do Ar terá ainda expostos os caças F86, A7 e T38.

Pelas 15 horas, terá início o festival, com a participação da patrulha acrobática de helicópteros ASPA, da Força Aérea espanhola, a patrulha acrobática “La Marche VERTE”, da Força Aérea marroquina, os YAKSTARS, patrulha acrobática civil portuguesa, e das aeronaves da Força Aérea F16M, C295M, C130H, Épsilon TB-30, EH101 Merlin, P-3C CUP+ Orion, Alouette III, Falcon 50 e AW119 Koala.

O encerramento das atividades está previsto para as 19 horas.

Para facilitar a acesso à unidade militar e a circulação de pessoas, a Força Aérea, juntamente com as autarquias de Leiria e Marinha Grande, criaram 17 parques de estacionamento (ver em baixo), assegurado o transporte gratuito, em autocarro, entre os parques e a BA5, entre as 10 e as 20 horas. Monte Redondo, Carreira, Regueira de Pontes, Vieira de Leiria, Amor e Marinha Grande são alguns dos locais previstos para estacionamento.

Fonte da Força Áerea alerta mesmo que “não será possível estacionar o veículo na BA5 e que o estacionamento estará condicionado nas suas imediações”. As bicicletas poderão ser estacionadas no interior da unidade militar mas não poderão circular nas zonas de exposição e os animais não podem entrar no recinto, acrescenta a mesma fonte.

 

PERCURSOS E PARQUES