Foram sobretudo modelos da coleção de 2020 as bicicletas furtadas esta madrugada num estabelecimento especializado existente em Vale Gracioso, Azoia, no concelho de Leiria.

O prejuízo, segundo informações do proprietário da Bike Zone, ronda os 150 a 200 mil euros. “É um valor bastante elevado”, afirmou ao REGIÃO DE LEIRIA no final da manhã.

Segundo o responsável, quem realizou o assalto “conhecia a loja”. Para entrar dentro do estabelecimento, os assaltantes tiveram que partir o vidro de uma carrinha, arrastar o veículo da entrada, “arrombaram a montra e cortaram o alarme”, explica. “Até chegarem cá dentro, tiveram muita coisa pelo caminho e todo o tempo para escolher o que queriam levar”, diz, lamentando o prejuízo. “Provavelmente o material roubado já não está em Portugal, de certeza que já entrou num circuito e não se recupera”, acrescenta Paulo Manaia. Só uma das bicicletas furtadas tinha um valor comercial de 12 mil euros. As restantes rondavam os quatro mil.

A loja Bike Zone não funcionará normalmente durante o dia de hoje, segunda-feira, para recolha de vestígios por parte da Unidade de Investigação da PSP de Leiria.

“Quando pudermos entrar na loja, vamos arrumar o que está, arranjar, compor e ver o que vai dar o futuro”, refere o proprietário da Bike Zone, que registou o último assalto há cerca de oito anos. “Na altura não estávamos tão protegidos como agora”, diz.

MG