Há anos que o esqueleto do futuro auditório dos Pousos aguarda, nas traseiras do edifício da Junta de Freguesia, a conclusão. Este sábado, a estrutura volta a servir de palco para a Sociedade Artística Musical dos Pousos (SAMP), que se serve dele como cenário para o espetáculo de abertura solene do ano letivo da Escola de Artes e também como inspiração:

“Beethãoven (des)armado III” é uma produção de professores, alunos, pais, filhos e filarmónicos da SAMP, que se juntam para abrir o ano letivo com um espetáculo que tem na celebração da música de Beethoven o ponto de partida, viajando depois por diferentes universos musicais.

O espaço escolhido vai tornar-se, segundo a SAMP, “parte desta sinfonia da Escola de Artes”, que terminará em 2020, “na celebração dos 250 anos do nascimento de Beethoven”.

O início do espetáculo é às 20h20 e a entrada é livre.