PSP encontra-se no local, não havendo ainda hora definida para a reabertura da unidade

O Centro de Saúde Dr. Gorjão Henriques, em Leiria, foi assaltado durante a noite e encontra-se fechado esta manhã. Este foi o terceiro assalto registado naquela unidade em apenas três semanas.

Ao chegar de manhã à unidade, a equipa voltou a deparar-se com portas arrombadas, janelas partidas, secretárias vasculhadas, dinheiro furtado da máquina de café, entre outros danos ainda por apurar. Noutras ocasiões, os assaltantes levaram televisores e conseguiram entrar no laboratório.

A PSP está no local a recolher eventuais indícios, não havendo ainda hora definida para a reabertura do centro de saúde.

José Borrego Pires, médico coordenador da Unidade de Saúde Familiar D. Diniz, uma das três a funcionar naquele edifício, estima em mais de 20 os assaltos ali ocorridos nos últimos três anos – a maioria aos fins de semana -, sem que tenha havido reforço da segurança.

Segundo o responsável, os danos têm sobretudo afetado a USF que dirige, embora o assalto desta noite tenha  deixado um rasto de prejuízos em vários pontos do edifício.

“É uma insegurança muito grande”, adianta Borrego Pires em declarações ao REGIÃO DE LEIRIA, acrescentando que o sistema de alarme não funciona desde que avariou há anos.

“Já não temos Multibanco por causa disso”, refere ainda, lamentando que, apesar de todos os casos terem sido reportados à PSP e à Administração Regional de Saúde do Centro, não tenham sido ainda implementadas medidas de segurança adequadas.

Martine Rainho
Jornalista
martine.rainho@regiaodeleiria.pt

Joaquim Dâmaso
Fotojornalista
joaquim.damaso@regiaodeleiria.pt