Select Page

Nazaré Tow Surfing Challenge quer ser “o maior evento de surf de sempre”

Nazaré Tow Surfing Challenge quer ser “o maior evento de surf de sempre”

É grande a expetativa em torno de Nazaré Tow Surfing Challenge, a nova competição que a Liga Mundial de Surf (WSL) criou para as ondas gigantes da Praia do Norte. As novidades foram apresentadas hoje, 30 de outubro, na véspera do arranque do tempo de espera: de 1 de novembro a 31 de março de 2020 aguardam-se pelas condições ideais para as dez equipas de surfistas de todo o mundo entrarem em prova na água.

“Estamos a criar algo que nunca foi feito antes”, assumiu hoje o diretor da WSL para a Europa. Francisco Spínola acredita que o que nasce este ano na Nazaré pode vir a ser “o maior evento de surf de sempre”, pelas atenções mundiais que vai concitar este e nos próximos anos.

“É a evolução natural do que temos feito nos anos anteriores. Este é o ano zero. Este evento vai crescer massivamente nos próximos anos”, avançou Spínola perante um auditório da Biblioteca Municipal da Nazaré repleto de surfistas e jornalistas estrangeiros.

A expectativa gerada pelo Nazaré Tow Surfing Challenge leva o general manager da WSL, Bill Sharp, avançar que será “dez vezes melhor e de vezes maior” do que a competição de ondas gigantes que, nos anos anteriores, deu fama à Nazaré, que passou “de um sítio agradável para passar o verão para ser o centro do mundo nas ondas gigantes”.

“Hoje, a Nazaré, é semelhante ao que a costa norte do Havai era nos anos 1970. É aqui que encontramos os melhores surfistas, que procuram as maiores e melhor ondas para surfar. Vai ser um espetáculo que o mundo inteiro vai apreciar e ainda vai crescer nos próximos anos”, disse hoje Sharp.

Nome histórico ligado às ondas gigantes, Garrett McNamara lembrou o longínquo ano de 2010, quando escreveu e-mails aos amigos a convidá-los a descobrirem as “condições únicas da Nazaré”.

“Disse-lhes que tinham de vir e ninguém acreditou em mim. Hoje é muito bom ver-vos agora todos aqui”, disse, dirigindo-se aos muitos surfistas presentes na sala.

O norte-americano avançou que o novo modelo preparado pela competição “é melhor” que o anterior e vai garantir “mais segurança e ser mais divertido”.

Já o presidente da Câmara da Nazaré considerou o lançamento da Nazaré Tow Surfing Challenge “um momento muito importante para a história presente e futura da Nazaré”.

Walter Chicharro lembrou que, à conta das ondas gigantes, “a Nazaré é já uma marca mundial”:

“Provámos, pelo trabalho do Garrett e de outros que vieram para a Nazaré, que as maiores ondas do mundo estão aqui na Praia do Norte. Para mim é altamente realizador ver este meu sonho e de muita gente realizado”.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Primeira Página

Pergunta da Semana

A carregar

Concorda que a Agência Mundial Antidopagem tenha proibido a Rússia, durante quatro anos, de participar em todas as competições desportivas globais?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

Publicidade

Newsletter Região de Leiria

app repórter no mundo