Assinar Edições Digitais

Caldas quer afirmar-se como rainha do Natal

Mais ruas e monumentos iluminados, um balão de ar quente, um presente gigante e uma pista de gelo são algumas das novidades deste ano.

Mais de quatro milhões de luzes LED, uma árvore que projeta luz no céu e um balão de ar quente que proporcionará uma vista aérea da cidade iluminada marcam a animação de Natal nas Caldas da Rainha.

“Caldas, Rainha do Natal” é o tema do projeto de animação natalício que vai arrancar nas Caldas da Rainha, no distrito de Leiria, no próximo dia 16, data em que se acenderão na cidade “mais de quatro milhões de luzes LED”, anunciou Luís Gomes, presidente da ACCCRO – Associação Empresarial das Caldas da Rainha e Oeste.

A associação, parceira da Câmara das Caldas da Rainha no projeto de animação de Natal, apresentou, no passado da 7 de novembro, o programa para este ano, marcado por um aumento do número de artérias e monumentos iluminados.

“No total haverá 7.040 metros de ruas iluminadas e 15.375 metros quadrados de rotundas, praças e pracetas decoradas com luzes” que, segundo Luís Gomes, estarão este ano “mais espalhadas por vários locais, convidando as pessoas a visitarem locais onde habitualmente não passavam”.

A associação, cuja nova direção tomou posse em setembro, vai manter a aposta que tem sido feita nos últimos anos de colocar uma grande árvore de Natal em frente aos Paços do Concelho.

Este ano “só com 25 metros [menos oito que a árvore de 2018]”, mas, de acordo com o presidente da ACCCRO, “com um feixe luminoso de laser projetado até ao céu e que será visível de todas as partes da cidade”.

Presentes luminosos medindo sete por sete metros e outros de menor dimensão espalhados por várias zonas da cidade, uma área de ‘street food’, animação em diversas artérias e um comboio turístico que percorre toda a zona comercial fazem das Caldas da Rainha “o maior recinto de Natal do país, gratuito e a céu aberto”, com “mais de 600 lojas e 40 restaurantes à disposição dos visitantes”, vincou Luís Gomes.

A cidade contará ainda, pela primeira vez, com uma pista de gelo ecológica, num investimento de 20 mil euros integralmente suportado pela associação e que “recorre à utilização de gelo sintético, com uma sensibilidade de 95% [relativamente às pistas convencionais] em termos de patinagem” e sem “os gastos elevados em água ou eletricidade associados a uma pista tradicional”.

Outra das novidades desta edição será a oportunidade de as pessoas poderem ter uma vista aérea da cidade, através da subida num balão de ar quente que no dia 7 de dezembro estará no parque de estacionamento junto ao Chafariz das Cinco Bicas.

O tradicional comboio de Natal terá também este ano a novidade de efetuar três paragens junto aos principais parques de estacionamento subterrâneos, coincidentes com a localização da Pista de Gelo (junto ao Centro Cultural e de Congressos), da árvore de Natal (Praça 25 de Abril) e presente gigante (Praça 5 de outubro).

“O bilhete [de 1,5 euros] permite entrar sair do comboio nas várias paragens, possibilitando que as pessoas deixem os carros nos parques e usufruam do comércio e da animação”, disse o presidente da ACCCRO.

O projeto, que arrancará no dia 16 de novembro com um concerto com os “Lucky Duckies”, tem este ano um orçamento de 140 mil euros, suportado como habitualmente pela Câmara das Caldas da Rainha.

Lusa