Dois homens, com 29 e 34 anos, foram detidos esta quarta-feira, por captura de meixão, no rio Lis, em Vieira de Leiria. O quilo e meio de enguia europeia que tinham na sua posse poderia valer 2 mil euros no mercado final.

A detenção, em flagrante delito, foi anunciada pela GNR. “No âmbito de uma ação de fiscalização à captura ilegal de meixão, os militares detetaram dois indivíduos a pescar meixão ilegalmente, através do manuseamento de artes de pesca, denominadas por ‘capinete ou arca’”, avança a GNR.

A captura de meixão é ilegal em Portugal, à exceção do Minho. O meixão tem elevados preços de mercado e, de acordo com a GNR, o meixão capturado nesta ação, no mercado final (países europeus e asiáticos), poderia alcançar um valor de 2 mil euros.

Esta cifra seria atingida com pouco mais de quilo e meio de meixão: é que nesta ação foi apreendido o material utilizado na captura desta espécie e 1.543 gramas de meixão. “O meixão apreendido, por se encontrar vivo, foi devolvido ao seu habitat natural”, esclarece o comunicado.

A enguia europeia (Anguilla anguilla),que na fase larvar é conhecida por enguia juvenil/meixão, é, explica a GNR, “uma espécie considerada em perigo e que tem sofrido grande redução do número de efetivos em razão da pesca ilegal, impedindo desta forma o normal ciclo de reprodução, colocando em causa a sustentabilidade da espécie”.

Os suspeitos foram constituídos arguidos e o caso foi remetido para o Tribunal de Marinha Grande.