A Polícia Judiciária (PJ) de Leiria está a investigar as circunstâncias da morte de uma mulher, na Consolação, no concelho de Peniche, alegadamente na sequência de um incêndio na casa onde foi encontrada.

A mulher, de 62 anos, “foi encontrada já sem vida”, na Consolação, freguesia de Atouguia da Baleia, no concelho de Peniche, na casa onde vivia e onde “havia vestígios de um incêndio que se autoextinguiu, por falta de oxigénio”, disse hoje, 19 de novembro, à agência Lusa fonte da PJ de Leiria.

O alerta foi dado pela filha da vítima “que fala com ela todos os dias e que, na segunda-feira à noite, não a conseguia contactar”, o que levou à intervenção dos Bombeiros de Peniche e da GNR para se abrir a porta da residência, “que se encontrava cheia de fumo, inalado pela vítima, e que se suspeita que tenha sido a causa da morte”, acrescentou a mesma fonte.

O incêndio teve origem na cozinha, “aparentemente num eletrodoméstico que poderá ter sobreaquecido ou provocado um curto circuito, não havendo para já indícios de ação criminosa”, disse ainda a mesma fonte.

A PJ aguarda, no entanto, o resultado das perícias e da autopsia.

O alerta para os bombeiros foi dado à 1h17 e no local estiveram 10 operacionais e cinco viaturas dos bombeiros de Peniche e da GNR.

Lusa