Inaugurado a 22 de outubro, o novo estabelecimento propõe uma cozinha de base portuguesa com apontamentos modernos e assinatura do chef João Pereira, aprendiz de José Avillez

Esteve no Algarve, ganhou prémio de projeção nacional, chegou à cozinha do estrelado Belcanto, sob chefia de José Avillez, mas ainda assim João Pereira escolheu uma casa há dez anos desocupada, no centro do país, para o seu primeiro projeto a solo. O motivo? “Eu comecei neste restaurante”, lembra o cozinheiro sobre o início, no lendário Muralhas, no alto da freguesia da Barreira.

O regresso foi calculadamente premeditado. Decidido a aumentar a família, preferiu o voo seguro da aldeia onde cresceu. “Eu sou dos Andreus”, sublinha com orgulho enquanto ainda se impressiona com a vista que tem para si diariamente desde o passado 22 de outubro, e que supostamente alcança 13 concelhos.

Para além da relação afetiva da primeira experiência profissional, outro fator pesou para João avançar com o negócio que lhe custou 160 mil euros. Trata-se da imponência arquitetónica do sítio, ainda hoje preservada. “As pessoas conhecem: é o castelo que é nos Andreus”, descreve, no meio da estrutura de pedra, mantida mas sobreposta a uma decoração atual, assinada pelo novo proprietário em parceria com a empresa Artymanha.

Manter o nome do estabelecimento que já foi mercearia, taberna e café para jogos soou igualmente prudente e não poderia fazer mais jus ao slogan que João adotou para a nova fase da restauração. “A tradição ainda é o que era”, repete para explicar a cozinha que propõe e que vem acompanhada também pelo conceito de wine bar, com ambiente próprio.

A base é portuguesa, garante, embora os “apontamentos” sejam modernos. Unir os dois pontos foi a forma que o chef encontrou para explorar, por exemplo, criações mais contemporâneas do tipo carpaccio de bacalhau fumado com puré trufado ou queijo brie panado com chutney de figo. “Eu aceitei as regras do jogo”, declara, antes de completar que a ementa foi concebida a pensar em dois públicos: o conservador e o atento a novidades. “Somos um restaurante que serve arroz de corvina no tacho”, enfatiza, mostrando a outra face.

Restaurante Muralhas

244 032 138
Rua Cidade Colipo, Andreus, Leiria
Funcionamento: Das 12h às 15h e das 19h às 22h. O wine bar encerra às 02h. Folga às segundas
Preço médio: 20-25 euros
Reserva para grupos: Até 80 pessoas

 

Jessica Germano
Jornalista
jessica.m.germano@regiaodeleiria.pt