Os campos do Lis, em Amor, continuam interditados neste domingo e, em Pedrogão Grande, a ponte que desabou levou a GNR a interditar a área

Clique nas setas para percorrer a galeria de fotos

Embora as condições meteorológicas tenham acalmado após a passagem da depressão “Elsa”, o distrito de Leiria continua a registar danos. Na manhã deste domingo, 22, o REGIÃO DE LEIRIA pôde verificar que a estrada entre a Estação Elevatória e a Serra de Porto de Urso, na freguesia de Amor, permanece submersa e interditada ao trânsito, com a água à altura dos joelhos. “A situação mantém-se nos campos do Lis”, confirmou uma fonte do Comando Distrital de Operações e Socorro (CDOS) de Leiria, ao início da tarde.

Em Outão, concelho de Pedrógão Grande, uma ponte localizada na Rua dos 7 Ofícios sofreu um “colapso total” na passada sexta-feira, por volta das 22 horas, e a área está interditada, informou a Guarda Republicana Nacional (GNR). “É uma ponte que liga duas localidades pequenas”, acrescentou a autoridade, lembrando que o acesso entre Outão e Pinheiro da Piedade deve agora fazer-se através da Rua do Moinho.

No distrito de Coimbra, as cheias parecem não dar tréguas. Em auxílio às populações, os Bombeiros Voluntários de Vieira de Leiria têm-se deslocado ao concelho de Soure e, neste domingo, registaram o mesmo cenário. Em Montemor-o-Velho e Alfarelos o horizonte é um mar de água depois de o Mondego ter galgado as margens, conforme os registos feitos por Hélio Madeiras, bombeiro voluntário que se encontra na região ao serviço da Força Especial de Bombeiros (FEB).

JG