Assinar
Cultura

Região tem dois monumentos entre os locais inscritos como Património Mundial da UNESCO

A 6 de dezembro de 1995 a vila de Sintra e a paisagem circundante reforçou a lista nacional, onde já constavam dois símbolos da região. Um, dos primeiros do país a ser inscrito, outro desde 1989.

imagem do topo das capelas imperfeitas do mosteiro da batalha

Mosteiro da Batalha foi classificado como Património Mundial da UNESCO em 1983 Foto de arquivo:Joaquim Dâmaso

A 6 de dezembro de 1995 a vila de Sintra e a paisagem circundante obtiveram a classificação de Património Mundial, por decisão do comité da UNESCO. Hoje, esta distinção completa 24 anos mas Sintra é apenas um dos 17 locais em Portugal classificados com Património Mundial.

Nesta lista constam dois monumentos da região, um dos quais obteve tal classificação em 1983, o primeiro ano em que Portugal passou a ter locais classificados pela UNESCO. O “premiado” foi o Mosteiro de Santa Maria da Vitória, vulgarmente designado como Mosteiro da Batalha.

Foram critérios para atribuição desta classificação, “o reconhecimento da originalidade do bem cultural, associada ao génio criativo da humanidade”.

Construído na sequência da vitória dos portugueses sobre os castelhanos na Batalha de Aljubarrota em 1384, o Mosteiro da Batalha é o terceiro monumento sob a tutela da Direção-Geral do Património Cultural mais visitado do país, com 407.950 visitantes em 2018.

Seis anos depois, em 1989, o Mosteiro de Alcobaça obteve a mesma distinção.

O monumento encontra-se intimamente ligado à afirmação de Portugal como reino independente (1139-1179). Foi fundado por iniciativa de D. Afonso Henriques, por doação a Bernardo de Claraval, datada de 1153. As últimas dependências construídas datam do século XVIII, é considerado um dos maiores e mais bem conservados conjuntos abaciais da Ordem de Cister em toda a Europa. Alberga os túmulos de D. Pedro I e de D. Inês de Castro, datados do séc. XIV e considerados obras- primas da escultura tumulária europeia, refere a Comissão Nacional da Unesco.

Além destes dois símbolos da região, Portugal tem mais 15 inscrições como Património Mundial da UNESCO.

Conheça melhor estes mosteiros e outros da região aqui.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.