O tribunal decretou prisão preventiva para um homem de 82 anos indiciado da prática do crime de violência doméstica agravada contra a mulher, consubstanciado em agressões físicas, verbais e psicológicas.

De acordo com a informação divulgada hoje pela Procuradoria da Comarca de Leiria, a prisão preventiva foi decretada dia 27 de novembro. O suspeito já tinha sido detido, em outubro, “no âmbito do mesmo inquérito”. Na altura, foi proibido de contactar com a vítima e de “permanecer ou frequentar a residência da mesma”.

O Tribunal considerou que o homem “violou as obrigações que lhe foram anteriormente impostas, designadamente por não ter saído da residência onde coabitava com vítima”, acrescenta a nota da Procuradoria.

A investigação deste caso é dirigida pela 2ª Secção das Caldas da Rainha Leiria do DIAP de Leiria, com a coadjuvação da GNR do Posto Territorial do Bombarral, refere a mesma nota.